Nubank Cripto chega a 1,8 milhão de usuários

Nubank Cripto foi lançado em julho. Foto: Nubank.

O Nubank Cripto, que permite compra, venda e armazenamento de bitcoin, ethereum e USDP, atingiu 1,8 milhão de clientes brasileiros que fizeram ao menos uma compra de criptomoeda desde julho, de acordo com o banco digital. Mas, o banco não informou exatamente quando atingiu essa marca. Em 26 de julho passado, três semanas depois de lançar o serviço, o Nubank anunciou que tinha atingido 1 milhão de clientes. Passados então dois meses desse anúncio, subiu 800 mil.

O Nubank fez parceria com a startup Paxos Trust para viabilizar a negociação dos ativos digitais para o aplicativo mobile do banco digital. Tanto que além de bitcoin e ethereum, oferece a USDP, stablecoin da Paxos. Mas, o cliente não pode “sacar” as criptos para sua carteira fora do neobank. Precisa fazer a conversão para reais.

A Paxos diz que um de seus maiores ativos é ser regulada pelo estado de Nova York, um dos mais severos em regulação. Como o Nubank é empresa abertos nos Estados Unidos (EUA), em termos de compliance isso faz diferença. Além de abrir a compra e venda aos clientes, a companhia comprou 1% em bitcoin através do caixa da Nu Holdings, empresa controladora do grupo.

Nubank vai de Bitcoin a investimentos e Caixinha

A informação sobre o número de clientes em criptomoedas veio junto com a de que o Nubank atingiu 70 milhões de clientes na América Latina, sendo 66,4 milhões de usuários no Brasil. São 3,2 milhões no México e 400 mil na Colômbia. O banco digital já é a maior instituição financeira do Brasil em número de clientes. Com 7 mil pessoas, tem escritórios nos Estados Unidos, Alemanha e Argentina também.  

Imagem: Nubank

Em investimentos, o Nubank tem 6 milhões de clientes ativos e a Nu Asset Management tem 1 milhão de cotistas. “Estes marcos posicionam a empresa como a maior plataforma digital de investimentos do país e a sexta maior gestora de fundos de investimentos em número de cotistas”, de acordo com o banco digital. No Brasil, o banco anunciou recentemente que decidiu fechar o capital na bolsa de valores, a B3.

“Nosso crescimento acelerado é direcionado por uma busca constante de eficiência, que equilibra expansão, novos produtos e aumento de receita por cliente. O Nubank é um projeto para as próximas décadas”, afirma David Vélez, CEO e fundador do Nubank.  

Rápida adesão a produtos

Uma semana após anunciar as Caixinhas, recurso para organização e planejamento financeiro, o Nubank afirma que 1,7 milhão de clientes ativos aderiram à ferramenta. O neobanco criou mais de 2,25 milhões de caixinhas no período. Na Caixinha já tem duas opções de investimentos. Uma delas é o fundo de renda fixa Nu Reserva Imediata, que já é um dos maiores fundos do país em número de cotistas e que rendeu 108% do CDI (equivalente a 167% da poupança) de fevereiro ao fim de agosto.

O Nubank afirma que continua buscando expandir seu portfolio além dos serviços principais de cartão de crédito e conta digital. Assim, começou também a testar o Nunos, programa de relacionamento que oferece recompensas.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *