China lançará criptomoeda para substituir dinheiro em circulação

China: país terá criptomoeda própria. Foto: Macau Photo Agency, Unsplash.

A China anunciou que lançará sua própria criptomoeda, que vai substituir dinheiro em circulação (M0). Tudo bem que pagar um café com dinheiro na China pode ser difícil, mas convenhamos que este é um passo importante. Fora que é uma briga com a Libra, do consórcio do Facebook. Velha disputa Oriente x Ocidente?

A moeda se trata da moeda digital de Banco Central (CBDC). O passo da China para ter uma criptomoeda é uma ação que se vê como resposta a movimentos como o do Facebook. Mas em especial ao das moedas digitais. Isso porque o país indica que não convive bem com o fato de ver criptomoedas em uso, quando são um “dinheiro” que não controla.

A China é um dos, ou o país, que mais minera bitcoins no mundo. O mercado estima que cerca de 50% da mineração acontece no país asiático. Aliás, há um ponto sério nessa informação. Os chineses usam, em especial, carvão para a mineração, ou seja, uma fonte energética muito poluente. E assim, ajuda a questionar a sustentabilidade desse segmento.

Além disso, muitos investidores estão em busca de opções sustentáveis para seus recursos, em especial aqueles que ainda não estão em criptomoedas. Acontece que o mundo financeiro está enfrentando a pressão ESG, ou ASG em português. Que é a sigla para Ambiente, Social e Governança, ou seja, políticas com respeito a questões que vão além de crédito de dinheiro na conta. Ao minerar a criptomoeda mais conhecida com carvão, a China aumenta críticas sobre o tema.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *