Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Reino Unido autoriza sua primeira bolsa de tokens de ativos securitizados

DocuSign já usa solução em blockchain da Clause, que usa Hyperledger.

Archax, uma bolsa para negociação de tokens, se tornou a primeira bolsa e custódia regulada de ativos digitais securitizados do Reino Unido, que opera, portanto, com blockchain. A Financial Conduct Authority (FCA), o regulador do Reino Unido, autorizou a negociação em mercado secundário de ativos de todo o mundo.

A empresa é formada por executivos que vieram do mercado financeiro tradicional, como seu CEO, Graham Rodford, que tem quase 20 anos no setor. Antes de fundar a Archax, ele trabalhou num fundo de hedge e HSBC e em operações de criptoativos.

A empresa também é a primeira a receber o registro de criptoativos da FCA portanto, está alinhada ao Virtual Asset Service Provider (Fornecedor de Serviços de Ativos Virtuais, VASP em ingles), um registro que faz parte das regras anti-lavagem de dinheiro.

A tokenização de ativos é visto como uma das novas fronteiras do mundo cripto, com potencial para crescer muito nos próximos anos. No Brasil, o Mercado Bitcoin tem negociado tokens de cotas de consórcio e precatórios, por exemplo. Outras possibilidades que a Archax poderá explorar são os ativos securitizados lastreados em dívidas e fundos.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>