NFTs ajudam a levantar recursos para Ucrânia; país anunciará tokens para venda

NFTs incluem o da bandeira da Ucrânia. Foto: Jorono, Pixabay.

As doações de criptomoedas para o governo ucraniano e para a Organização Não Governamental (ONG) Come Back Alive, que repassa os valores aos militares do país, somaram até agora o equivalente a US$ 56,2 milhões. Em meio a esse movimento, os NFTs, (tokens não-fungíveis estão mostrando como podem ajudar numa hora como essa, ao ajudarem a levantar recursos para a Ucrânia.

Doadores repassaram mais de 106 mil doações em criptomoedas, em especial bitcoin e ethereum, desde que a Rússia invadiu a nação vizinha, em 24 de fevereiro. Os dados são da Elliptic, empresa de análise de blockchain. Mas, houve também doações de TRON, Polkadot, Dogecoin e Solana.

O governo da Ucrânia pediu doações em criptomoedas no último dia 26. O ministro da Transformação Digital, Mykhailo Fedorov, anunciou que haverá uma campanha de venda de tokens não-fungíveis (NFTs) para levantar recursos para as Forças Armadas. Isso substituirá o airdrop, ou seja, concessão em massa de criptos, que estava prevista para acontecer ontem (3). Porém, Fedorov disse que não é a Ucrânia que emitirá os NFTs.

NFTs de bandeira e da coleção CryptoPunk na carteira da Ucrânia

Já houve, na quarta-feira (2), o leilão de um NFT da bandeira da Ucrânia pela iniciativa UkraineDAO. A iniciativa é de grupos ativistas no ecossistema de finanças descentralizadas e de NFTs que aceitaram ofertas pela bandeira e doações. Arrecadou US$ 6,5 milhões (cerca de R$ 33,5 milhões) em 2.173,6379 ether no leilão. Foi a décima maior venda, em valor, de um NFT. O dinheiro vai para a ONG Come Back Alive. Quem doou recebeu o token $LOVE, que não tem utilidade ou valor monetário, mas é uma prova de que fez algo para ajudar a Ucrânia a se defender da Rússia. Ainda e possível doar, mas não haverá mais distribuição de $LOVE.

Doações de criptomoedas à Ucrânia mapeadas pela Elliptic. Fonte: Elliptic.

Além do NFT da bandeira, que tem um valor simbólico forte neste momento, o NFT CryptoPunk número 5364 foi para a carteira da Ucrânia na terça-feira (2). A avaliação desse NFT é de que possa possa custar cerca de US$ 200 mil. Além disso, houve uma doação de US$ 1,86 milhão que, aparentemente, veio da venda de NFTs para ajudar o ativista Julian Assange.

cp
CryptoPunk 5364, que a Ucrânia recebeu como doação.

Elliptic identifica fraudadores que se aproveitam da situação

A Come Back Alive informou inicialmente que usará o dinheiro para a compra de equipamentos como tablets com software de artilharia, celulares sistemas de monitoramento, veículos militares e treinamento de atiradores. Por isso, a plataforma de conteúdo Patreon, onde estava hospedada, a excluiu. Isso porque sua politica não permite uso da plataforma para questões militares. Assim, afirmou que “jornalistas ucraniano recomendaram várias entidades, como a Ukrainian Red Cross SocietyVoices of ChildrenRevived Soldiers Ukraine.

Screenshot 2022-02-26 at 17.36.49

De acordo com a Elliptic, bitcoin e ether representam 64,9% das doações. As moedas estáveis vêm em seguida com 17%. A empresa alertou, no entanto, que há esquemas fraudulentos que se aproveitam da situação para enganar pessoas que querem fazer doações.

Screenshot 2022-03-03 at 23.14.30

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *