Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

NFT é a palavra do ano para dicionário Collins por “colisão única de arte, tecnologia e comércio

O uso de NFT aumentou 11.000% no ano, disse a Collins.

De arte a terreno, os tokens não-fungíveis (NFTs), que podem representar ativos do mundo real ou virtual, se espalharam pelas rodas de conversas. Tanto é assim que a editora Collins, que há mais de 200 edita conteúdos educativos, escolheu NFTs como a palavra do ano de 2021.

Seu uso cresceu 11.000% no último ano, afirmou a empresa, que analisou 4,5 bilhões de palavras. O motivo da escolha é que NFT é “uma colisão ‘tecnocolor’ única de arte, tecnologia e comércio” que se tornou algo singular.

A lista das dez principais palavras inclui ainda cripto e metaverso, ambas do ecossistema blockchain. Há outras como cheugy (algo como brega ou que não segue a moda), climate anxiety (ansiedade com a mudança climática), double vaxxed (alguém que tomou duas dose de vacina), trabalho híbrido e neopronomes, ou seja, pronomes sem associação a gêneros.

Em seu dicionário Collins, a empresa coloca que o termo NFT significa um certificado digital único registrado em blockchain, que se usa para gravar a propriedade de um ativo como uma obra-de-arte ou um colecionável. Com a pandemia, os NFTs não apenas explodiram no cenário cripto, mas também cruzaram a barreira em projetos como o da Nissan. Além disso, atingiram cifras milionárias. Como a colagem de 5 mil imagens que o artista Beeple vendeu por US$ 69 milhões.

Ontem (23), a Decentraland, um “mundo virtual”, ou um metaverso, vendeu, por exemplo, um terreno de 570 metros quadrados por US$ 2,4 milhões para a Tokens.com. O valor foi de 618 mil MANA, a criptomoeda da plataforma, o equivalente a US$ 2,4 milhões (cerca de R$ 13 milhões).

Há 97,1 mil ativos na Decentraland à venda na OpenSea, plataforma de NFTs. São de 5,5 mil proprietários. A compra funciona como se fosse no mundo real. Pode-se adquirir um lote, esperar valorizar e lucrar na venda. A Tokens.com diz que vai usar seu terreno para eventos.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>