Mercado Bitcoin quer rede de 60 parceiros para oferecer token de renda fixa

Foto: Ricardo Gomez Angel, Unsplash.

O MB (Mercado Bitcoin) planeja chega a 60 o número de escritórios de investimentos parceiros para oferta de seus tokens de renda fixa. Agora, são 23. O acordo mais recente foi com a Renova Invest, assessoria de investimentos vinculada ao BTG Pactual.

De acordo com o MB, das vendas dos escritórios parceiros, 95% são de token de renda fixa e o 5% restantes são de criptomoedas. A Renova também possui uma participação significativa chegando a ser líder de vendas, informou a empresa.

“Estimamos que 80% do mercado de tokens de varejo do Brasil seja operado pelo MB e a parceria que estamos firmando com a Renova vem para fortalecer ainda mais esse segmento. Dessa forma, estamos planejando expandir o número de escritórios parceiros”, afirmou Henrique Pocai, diretor comercial do MB.

Os brasileiros correram ainda mais atrás de investimentos de renda fixa desde que a taxa básica de juros do país, a Selic, começou a subir. Atualmente, está em 13,75%. O Comitê de Política Monetária (Copom) volta a se reunir no início de agosto para decidir se altera e em quanto esse percentual. A expectativa é de queda dos juros.

Mercado Bitcoin conversa com CVM sobre tokens de renda fixa

Os tokens de renda fixa são um dos temas mais sensíveis e debatidos do mundo dos criptoativos no Brasil. Isso porque a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) já indicou que praticamente todos os que existem estão fora das regras de mercado. No entanto, o regulador disse que isso é um alerta e não está forçando ninguém a retirar os produtos de seus portfolios.

O Mercado Bitcoin e outras empresas do setor, como Liqi, que oferecem tokens de renda fixa, têm se movimentado para que a CVM tenha outro entendimento sobre o tema. A associação do setor, a ABCripto, também fechou uma parceria com a CVM que trata desse tema.

Segundo um levantamento do MB, 92% dos não-investidores de criptoativos têm interesse em conhecer mais sobre esses tokens de renda fixa. Em especial com a alta de juros no Brasil desde o início de 2021, os brasileiros correram ainda mais atrás desse tipo de investimento.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *