Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Facebook pode lançar libra em janeiro de 2021, dizem fontes ao Financial Times

Associação está montando diretoria de peso vinda de bancos tradicionais. Foto: Pixabay.

O jornal britânico Financial Times publicou nesta sexta-feira (27) que a Associação Libra, consórcio fundado pelo Facebook, espera lançar sua primeira moeda digital, uma moeda estável lastreada em dólar americano, em janeiro de 2021. As fontes da reportagem não são identificadas e afirmam que a data está atrelada à expectativa de que o regulador da Suíça, Finma, onde a associação está baseada, dê a aprovação para o lançamento.

Atrelar datas a expectativas sobre reguladores é sempre algo questionável, em especial num caso como o da libra, que passou por um grande revés. Inicialmente, o Facebook e a associação haviam anunciado a moeda para deste ano.

Mas a resposta negativa dos reguladores dos Estados Unidos e Europa levou a uma mudança radical de planos. Alguns dos membros iniciais da associação, como Mastercard e Paypal – esta última fundadora do projeto – deixaram a iniciativa e houve um redesenho da moeda. Há outras ainda de peso, como Uber.

A princípio, a libra seria atrelada a uma cesta de moedas e títulos de governo e a rede seria aberta. Agora, a ideia é lançar moedas digitais, cada uma lastreada numa moeda fiat ou moedas digitais de bancos centrais, quando existirem e numa rede mais fechada.

Além disso, a associação está tendo o cuidado de conversar com os reguladores, algo que não fez para lançar o projeto, e está montando uma diretoria de peso, que vem de bancos tradicionais, em especial do HSBC, e muito experiente em questões regulatórias e riscos.

A princípio, a libra seria um dos, ou o maior projeto privado em blockchain do mundo, o que, sendo bem-sucedido, poderia contribuir para o conhecimento e adoção da tecnologia.

Segundo as fontes do FT, a carteira do projeto, antes Calibra e agora Novi, já obteve licença de funcionamento em vários estados norte-americanos, mas ainda faltam dez, incluindo o mais significativo, Nova York.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>