Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Rede Secret lança Stashh, marketplace para NFTs privadas

Stashh é a nova plataforma de NFTs da rede Secret.

A Secret Network, primeira blockchain com privacidade de dados por default, ou seja, em que as configurações mais seguras de privacidade são padrão, está lançando mais um recurso: o Stashh, seu primeiro marketplace para tokens não fungíveis (NFTs).

A versão atual é privada e está na fase beta. Porém, é possível se registrar na plataforma para receber as atualizações e fazer parte dos primeiros usuários da comunidade.

NFTs são um conceito poderoso ao permitirem escassez digital comprovável para diferentes ativos como obras criativas, itens em jogos, colecionáveis e financeiros. Porém, até agora os NFTs tinham grandes limitações relacionadas a privacidade do ponto de vista de criadores, colecionadores e consumidores. E por isso não atingiram seu potencial completo como uma tecnologia disruptiva.

A propriedade de um NFT sem privacidade conecta a identidade online diretamente ao endereço das carteiras digital, publicando todas as decisões financeiras on-chain de uma pessoa de forma permanente, simplesmente por ter esse token. A Visa sofreu com esse problema na rede Ethereum. A empresa recebeu centenas de NFTs (alguns explícitos) depois que dados de sua carteira foram expostos após a compra de um token não-fungível.

Secret permite relação direta entre criadores e compradores

Criadores de NFTs também querem dar acesso a elementos de seus conteúdos e artes que estão por trás da compra de um NFT e com isso permitir a monetização do ativo e criação de uma relação direta com colecionadores e comunidades.

Para isso ser possível, é necessário privacidade e criptografia. Mas, como até o lançamento da Rede Secret todas as blockchain públicas eram públicas por padrão, os usuários e plataformas estão presos no uso de soluções centralizadas off-chain para lidar com esse desafio fundamental.

Ao ser uma rede de primeira camada (layer 1) nativa, ou seja, ao ser a arquitetura principal, a Secret permite a criação dos primeiros NFTs com privacidade programável. Com isso, abriu o caminho para a próxima geração de funcionalidade, utilidade e valor para NFTs na Web3. A empresa acredita que esta é a revolução que elevará os valores de NFTs de bilhões para trilhões. E por causa dos controles nativos de privacidade, o valor pode ser sustentável e crescer.

Diferenciais dos NFTs da Shaecret beneficiam usuários. Tabela: Secret Network.

Uma vez que a Stashh tem a proteção da rede Secret, permite que os criadores, colecionadores e consumidores se beneficiem de verdade – e controlem – a economia digital da Web3.

Os recursos que estão no roteiro de desenvolvimento do marketplace Stashh incluem privacidade de conteúdo e de finanças para os artistas, privacidade como padrão para a propriedade dos colecionadores e geração do NFT e vendas secundárias na plataforma.

Há ainda o controle de acesso “sem confiança”, ou seja, de forma distribuída, recursos de metadados públicos e privados com privacidade de conteúdo apenas para os proprietários do NFT, além de galerias e leilões privados.

Todas essas características têm a proteção da Secret. Tabela: Secret Network.

Usu´´ários podem fazer transação de NFTs por token com suporte na rede

A Stashh dá suporte para a geração de novas coleções, assim como de coleções importadas de NFTs, como os ANONs, primeiro projeto PFP (perfil de foto) na Rede Secret. Os usuários podem comprar ou vender seus NFTs da Secret por qualquer token que tenha suporte da rede, como o sSCRT.

É possível também criar uma lista única para vender várias cópias do mesmo NFT, que terão número de série e só serão gerados quando alguém comprá-los, ao invés de pagar gas para gerar vários e depois vendê-los individualmente.

Visualização da plataforma Stashh. Imagem: Secret Network.

Além de o artista poder inserir uma versão em miniatura ou marca d’água da imagem pública para as pessoas terem ideia do que estão comprando, é possível também inserir comentários secretos ou conteúdo adicional não revelado, como citado acima. Um exemplo disso é uma mensagem personalizada de um jogador num cartão de baseball ou um mapa do tesouro digital numa peça de arte que foi a leilão.

Na Rede Secret, o processo de validação de propriedade acontece sem comprometer a privacidade de dados, incluindo provas de autenticidade e transferências. E tudo isso na camada 1 (layer 1), sem soluções centralizadas.

Muitos recursos dos NFTs da Secret serão anunciados no futuro. A Stashh está na versão beta na testnet da rede. É possível ter acesso ao teste e fazer comentários por meio da landing page do projeto. 

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>