Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Banco Central começa a receber inscrições para sandbox; até 15 projetos serão escolhidos

O Banco Central (BC) abriu, hoje (22), as inscrições para seu sandbox, que vão até 19 de março. O BC deve escolher entre 10 e 15 projetos. A análise dos inscritos acontecerá, a princípio, até 25 de junho. Os testes devem começar em julho e durarão até um ano.

Neste primeiro sandbox, o BC vai priorizar projetos ligados a câmbio, finanças sustentáveis, inclusão financeira. Além disso, o banco está de olho em projetos de crédito para microempreendedores, open banking, Pix e crédito rural.

Porém, podem ser propostos projetos em outras áreas, desde que atendam aos objetivos do BC. E esses incluem projetos que tragam eficiência, inclusão e inovação, por exemplo.

A ideia do sandbox é testar soluções inovadoras que não se encaixam na regulação atual. Portanto, o BC cria um espaço controlado para esses testes. Se a solução atender aos objetivos do programa, o banco pode mudar a regulação atual para permitir sua oferta no mercado.

“Durante todo o processo, o Banco Central estará 100% aberto para rever a sua regulação, rever o próprio arcabouço legal. Se identificarmos necessidade, teremos que mandar uma proposta para o Congresso analisar”, disse Otávio Damaso, diretor de regulação do BC, no evento de lançamento do sandbox.

“O projeto pode ser recheado de tecnologia. Mas, também de modelos de negócios que visem ganho de eficiência, aumento de alcance e capilaridade”, disse Damaso.

Além disso, as propostas podem também trazer redução de custo e aumento de segurança no sistema financeiro, completou. O lançamento do sandbox aconteceu num evento online.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>