CVM determina suspensão de oferta de produtos pela Bybit

Bybit recebe stop order da CVM. Imagem: Possessed Photography.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou a suspensão imediata, ou seja, stop order, de qualquer oferta pública pela Bybit, de forma direta ou indireta, de investimento em valores mobiliários a investidores residentes no Brasil. A reguladora afirma que a empresa está atuando de forma irregular ao oferecer esses produtos.

“De acordo com a Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediário (SMI), foram identificados indícios de que a ByBit Fintech Limited busca captar clientes residentes no Brasil, por meio dos sites mencionados e de perfis em redes sociais, para a realização de operações com valores mobiliários”, diz a CVM em publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira.  Seus sites são www.bybit.com e www.bybit.com/pt-BR. Neles há oferta de derivativos e contratos de opções de criptos.

Caso a Bybit não siga a determinação, “a empresa e pessoas que venham a ser identificadas como participantes dos atos irregulares estarão sujeitos à multa cominatória diária no valor de R$ 1 mil. A ordem está no Ato Declaratório CVM 20.123. O stop order não é uma penalização de uma infração da empresa, mas uma medida cautelar, segundo a CVM, para prevenir ou corrigir situações que fogem às regras para valores mobiliários.

Quando anunciou seu lançamento no Brasil, a empresa afirmou ter cerca de seis milhões de usuários e movimentar em torno de US$ 10 bilhões em ativos digitais por dia. Sua fundação aconteceu em março de 2018 e acabou de mudar sua sede de Singapura para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos (EAU), que quer ser hub global de criptos e blockchain.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *