“Mulheres em Ethereum” acontecerá em SP dia 22 de junho

Mulheres em Ethereum, dia 22. Imagem: Guerrilla Buzz, Unsplash.

A tokenização da economia é tida como certa e boa parte disso continuará acontecendo na Ethereum e em redes compatíveis com essa blockchain. Mas, como em outras áreas da tecnologia, há o desafio de abrir mais espaços para mulheres interessadas em atuar no mundo dos blocos, desde programação a liderança de empresas. Assim, no próximo dia 22 acontece o “Women in Ethereum”, na Universidade de São Paulo (USP), evento que destaca o papel das mulheres na construção da Web3.

O “Women in Ethereum”, que já aconteceu no Rio de Janeiro, vai reunir líderes e entusiastas de blockchain, dentre elas várias que já têm projetos relevantes nessa área. Mas, o encontro é para pessoas com qualquer nível de conhecimento sobre o tema, inclusive as que querem aprender sobre o assunto. O encontro é gratuito e será no Inteli – Instituto de Tecnologia e Liderança. De acordo com a organizadora, a Ethereum Brasil é preciso se inscrever para participar. O link é https://www.ethereumbrasil.com/women-in-ethereum-br .

Os tópicos dos painéis abordarão desde as oportunidades de novas carreiras no setor da tecnologia até o futuro do ecossistema Web3. Porém, com destaque para a perspectiva da criação de um ambiente mais inclusivo para mulheres nestes setores. Além disso, o “Women in EthereumBR” apresentará casos de sucesso de mulheres empreendedoras que usam Ethereum.

Atuação das mulheres em Ethereum é fundamental

Entre as participantes estarão especialistas como Tatiana Revoredo, uma das maiores referências em Blockchain e redes descentralizadas do Brasil e CSO da The Globe Strategy, Thamila Talarico, líder em blockchain e ativos digitais na EY, e Cristiane Lopes, Desenvolvedora de Negócios da Sonica, plataforma de desenvolvimento de projetos WEB3.

As mulheres têm sido fundamentais na expansão e desenvolvimento do Ethereum, contribuindo para a sua arquitetura, segurança, usabilidade e adoção. Isso inclui ajudar a impulsionar a inclusão financeira e o empoderamento econômico, permitindo que mais pessoas em todo o mundo participem da economia digital.

Uma das principais atrações do evento será a dinâmica Nossas Vozes na Web3. Isso será uma sessão interativa que para que todas as mulheres presentes no evento possam ter voz. O diálogo gerado nesse encontro de mulheres em Ethereum, somado às respostas dadas na inscrição do evento, serão documentadas para representar de forma
uníssona o posicionamento desse grupo sobre a importância da inclusão feminina no ecossistema.

Encontro faz parte do EthereumSP

O encontro sobre e para mulheres em Ethereum é uma das atrações do EthereumSP 23, entre os dias 22 e 25 de junho, no campus da USP. Serão quatro dias de atividades, como por exemplo Bootcamps Dev e Non-Dev presenciais e o primeiro Hackthon inclusivo 100% online, promovido pela Ethereum Brasil.

“Acreditamos que a diversidade de perspectivas é essencial para impulsionar a inovação e construir um ecossistema blockchain verdadeiramente inclusivo”, afirma Conor Brady, fundador da Ethereum Brasil.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *