Juliana Felippe assume parcerias corporativas na Paxos e Beatriz Oliveira passa a CMO na Bitso

Juliana Felippe (E) e Beatriz Oliveira (D).

A Paxos e a Bitso anunciaram a contratação de executivas para cargos de liderança. Na Paxos, Juliana Schlesinger Felippe será a responsável por parcerias corporativas. Na Bitso, Beatriz Oliveira é a nova responsável pela área de marketing da empresa (CMO), para cuidar da estratégia global.

A Paxos, que no Brasil fornece infraestrutura para criptomoedas e sua stablecoin USDP para empresas como Mercado Livre, Nubank e PicPay, abriu o cargo de parcerias para crescer no país de forma pró-ativa, disse ao Blocknews o Chief Revenue Officer (CRO) da empresa, Mike Coscetta, em setembro passado. Até agora, sua atuação aqui tem sido mais na base das demandas que recebe.

Juliana é publicitária, com MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas e Gestão de Pessoas com ênfase em Liderança Organizacional pela Harvard Business School.  Já passou por empresas como LinkedIn, Robert Half e Lojas Renner e liderou a estrutura de negócios de startups.

De acordo com a executiva, “o Brasil é um mercado estratégico para a Paxos, não somente pelo potencial de expansão, mas também pelo momento positivo no mercado de blockchain e criptomoedas que a região está passando”. Para a executiva, a oportunidade de aproximação com clientes e “prospects” no Brasil resultará em soluções específicas para o mercado local.   

Na Bitso, Beatriz Oliveira terá a função de guiar a estratégia global de posicionamento da Bitso junto aos clientes. A empresa tem 9 anos de atuação global e 2 anos no Brasil. A executiva já atuou em iniciativas para consolidar a marca da Bitso em diferentes países da América Latina. Incluindo a primeira transferência de uma jogadora e a primeira venda de ingresso de futebol por meio de criptomoedas na região.

Beatriz também é publicitária e tem MBA em Administração de Negócios. Com 20 anos de carreira, Beatriz está na área de marketing da Bitso desde 2021. Antes disso, passou por empresas como a Deezer, Eventbrite, Oracle e IBM. De acordo com a exchange, o objetivo é que a executiva transforme o trabalho de Marketing da empresa, “que se torna mais focado na segurança e transparência dos clientes”.

No mês passado, o Zro Bank, primeiro banco digital a oferecer criptomoedas, anunciou Rosangela Barreiros, ex-Gestora de Digital Cash do Banco BS2, para liderar a área comercial. A contratação faz parte do plano de crescimento de clientes nacionais e internacionais para novos negócios no modelo B2B, com foco em serviços de Pix e câmbio. A meta do Zro é chegar a 500 milhões de operações Pix até o final de 2023.

“Estou muito feliz com o desafio de liderar a área comercial B2B, focada nas APIs de Pix, câmbio e criptomoedas”, disse Rosangela. A área de vendas B2B, liderada por Rosangela, é uma das mais relevantes para a estratégia de crescimento da empresa neste momento. A executiva passou por empresas como World Trade Center de São Paulo e Grupo Doria.

De acordo com Edisio Pereira Neto, CEO do Zro, a experiência de Rosangela em outros players do mercado financeiro será essencial para alcançar as metas estabelecidas no ano. “Ela conhece de perto as dores dos clientes e acredito que, através da nossa tecnologia, vamos melhorar muito a experiência dos nossos clientes B2B”, explica. 

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *