Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

BC vai adotar blockchain em pagamentos instantâneos

O Banco Central (BC) se prepara para facilitar a vida dos cidadãos, com o uso de blockchain para pagamento instantâneos. A ideia é que o sistema esteja em operação no final de 2020, segundo reportagem de O Estado de S. Paulo.

Esse novo sistema de pagamentos deverá substituir as TEDs e os DOCs e funcionará 24×7.

Já há bancos utilizando a tecnologia blockchain para transferências internacionais de dinheiro, como o Santander, e um grupo de bancos está conectado trocando informações sobre movimentações de contas suspeitas feitas por celular. Esse último é uma iniciativa da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e da Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP).

Além dos pagamentos instantâneos, o BC estuda outras iniciativas que vão dar maior agilidade e transparência ao sistema bancário brasileiro, como o open banking.

China lançará criptomoeda

A China anunciou que lançará sua própria criptomoeda, que vai substituir dinheiro em circulação (M0). Tudo bem que pagar um café com dinheiro na China pode ser difícil, mas convenhamos que este é um passo importante. Fora que é uma briga com a Libra, do consórcio do Facebook. Velha disputa Oriente x Ocidente?