Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

B3 e IRB Brasil Resseguros lançarão plataforma blockchain em 2021

Empresas mantêm centros de desenvolvimento de tecnologia blockchain.

A B3 e o IRB-Brasil Resseguros vão lançar, em 2021, uma plataforma blockchain para conectar corretores, seguradoras e resseguradoras, para realização digital de contratos de seguros e resseguros. Será a primeira em blockchain no setor, segundo a B3. A rede usará a Corda, da R3, e tem potencial para ser uma das maiores do mundo com essa solução.

A parceria vai permitir operações em tempo real de um mercado bilionário – em 2019, só as seguradoras arrecadaram R$ 270 bilhões, excluindo os segmentos de saúde e o DPVAT.

A BBChain, que desenvolve soluções blockchain, também foi escolhida para participar do projeto.

A adoção de DLT em seguros poderá ser quase uma revolução na maneira como o setor operada. Com frequência é apontado como um dos que mais tem potencial para uso de blockchain, porque é pouco digitalizado, as operações envolvem muito papel, idas e vindas de elaboração e aprovação de documentos – ou seja, confirmações de confiança – , diversos participantes no processo e muito dinheiro nos contratos.

Precisa de aprovação

Segundo o comunicado assinado pelo Vice-Presidente Executivo Financeiro e de Relações com Investidores do IRB, Werner Romera Süffer, o projeto poderá estar sujeito à apreciação dos órgãos reguladores, “a depender do desenvolvimento a ser realizado”.

“Trabalhamos isso há mais de um ano, disse ao Blocknews Felipe Chobanian, co-fundador e CEO da BBChain. A rede, segundo ele, permitirá transações em tempo real, indo de ponta a ponta nas transações, da cotação à gestão de risco de seguro.

A B3, recentemente, iniciou a operação de uma plataforma de tecnologia de registro distribuído (DLT) para registro de duplicatas, com outras três registradoras. A tecnologia também é a Corda, da R3, e a BBChain também participou do projeto.

Um dos pontos mais interessantes do comunicado da B3 é que a bolsa, que se auto-intitula uma empresa de infraestrutura do mercado financeiro, afirma que a parceria faz parte da estratégia de diversificação dos seus negócios e “visa ampliar e fortalecer a oferta de soluções da B3 no mercado de seguros e resseguros”, diz Daniel Sonder Vice-Presidente Financeiro, Corporativo e de Relações com Investidores da bolsa no comunicado.

O IRB foi a primeira empresa da América Latina a fazer parte da B3i, um consórcio global de seguradoras e resseguradoras que desenvolve soluções DLT para o setor.

Mais sobre a B3 e blockchain em:

B3, Cerc, CIP e CRDC colocam em operação plataforma blockchain de registro de duplicatas

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>