Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Agência de notícias AP usará blockchain no registro de dados das eleições nos EUA

Com a parceria, dados deixam de ser enviados por email. Foto: Markus Winkler

A agência de notícias norte-americana Associated Press, que analisa as votações eleitorais nos Estados Unidos (EUA) para tentar antecipar os resultados, vai registrar essas informações na Everipedia, uma espécie de enciclopédia que registra dados em blockchain. Os dados serão de mais de 7 mil disputas no âmbito nacional e nos estados.

Com a antecipação de dados, será possível, por exemplo, permitir a criação de produtos financeiros em blockchain como previsões de mercado e derivativos, disse a Everipedia em comunicado.

Diferente do Brasil, nos EUA os resultados eleitorais ainda levam dias para serem confirmados. A AP, que é uma agência sem fins lucrativos, faz esse levantamento independente há quase 200 anos, desde a eleição presidencial em 1848.

Como funciona

A parceria inclui ainda a Chainlink, maior rede descentralizada de oráculos do mundo. A empresa vai oferecer a infraestrutura para o registro dos dados da eleição. Por ser um oráculo, a Chainlink conecta dados do mundo real (off-chain) à blockchain, permitindo o registro em diferentes blockchains.

Hoje, os dados são enviados por email. Com a parceria, O nó Everipedia Chainlink vai fornecer contratos inteligentes para acesso à base de dados das eleições. Esses dados terão uma prova criptografada usada para verificar se a informação vem mesmo de um API da AP ao qual a Everipedia tem acesso exclusivo e autenticado. Isso deve conferir mais segurança às informações.

Para declarar a vitória de um candidato, a AP tem um Decision Desk formado de analistas, pesquisadores e pessoas que entrevistam eleitores. Todos contam com seus conhecimentos de eleições, candidatos e eleitores das votações anteriores e a da atual e com os dados do dia para anunciarem uma vitória.

Blockchain na imprensa

Blockchain também está sendo usada em outros veículos importantes, como o The News York Times e a agência italiana de notícias Ansa. O objetivo é checar a veracidade de fatos e de imagens.

Mais sobre o levantamento da AP no site da agência.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>