Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Ceará usará blockchain em medição de obras públicas; contrato é com estatal

Contrato com Etice é de R$ 1,228 milhão. Foto: Erich Westendarp, Pixabay.

O Ceará vai usar blockchain nos processos de medições de obras públicas. Para isso, a Superintendência de Obras Públicas contratou a estatal de tecnologia da informação do estado, a Etice.

A contratação é de R$ 1,228 milhão, sem licitação. A justificativa da superintendência é de que “a contratação é fundamental para a melhoria na gestão e no desempenho da área de tecnologia da informação, bem como redução de custos”.

As informações estão no Diário Oficial do Ceará (Doece) da última sexta-feira (25) e não trazem detalhes técnicos sobre a plataforma a ser usada, como será o uso e qual é a redução de custos.

Assim como o estado do Paraná, o Ceará mostra interesse em blockchain e usa empresa estatal para isso.

Mais sobre o projeto do Paraná em:

Sistema de compras do PR alerta sobre fraudes; Celepar fez parceria com IBM

Paraná deve evitar solução proprietária e ter consórcio de governança, diz BRI Brasil

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>