Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Kira, startup que criou aplicação inédita de DeFi, recebe investimento de private equity e VC

Blupay. Hybridium e PK Advogados falarão sobre este desafio para as empresas. Crédito: Gerd Altmann. Pixabay

A Kira, que desenvolve softwares para operações financeiras descentralizadas (DeFi), anunciou hoje (19) que há 15 dias concluiu uma rodada de investimento seed com recursos do private equity Ascensive Asset Management e do Alphabit Fund.

Na semana passada, a empresa fechou uma rodada privada de US$ 2,2 milhões liderada pelo BTC12 Capital, com suporte da TRG CapitalNGC Ventures e Origin Capital, para a qual houve excesso de demanda. Os investidores que ficaram na lista de espera foram convidados a participar de próxima rodada, planejada para o último trimestre de 2020.

Todos esses investidores estão apostando num mercado que cresce rapidamente e numa empresa que diz ter uma solução única para escalar as operações de DeFi.

Segundo a site DeFi Pulse, nesta manhã há U$6,32 billion (cerca de 34,8 bilhões) alocados em DeFi. Há apenas 3 meses, o valor era de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,5 bilhões). O lançamento do protocolo Compound e ganhos com farming explicam boa parte desse crescimento.

No entanto, também é preciso considerar que calcular com precisão os valores de DeFi é tarefa árdua e ninguém parece ter achado uma fórmula confiável até hoje. Os valores podem estar muito inflados por conta do tipo de operação que se faz em DeFi, em que uma mesma quantia pode estar alocada em diferentes plataformas ao mesmo tempo. Há quem diga que o valor real é cerca de metade do que o DeFi Pulse diz. Ainda assim, são em torno de US$ 3 bilhões (perto de R$ 16,5 bilhões).

Validar e negociar ao mesmo tempo

O grande diferencial da empresa está no fato de que seu protocolo de intercâmbio interno de (IXP na sigla em inglês) permitirá que sua aplicação DeFi seja a primeira a permitir que os usuário validem e negociem um ativo ao mesmo tempo.

A empresa está criando uma solução realmente descentralizada que permite escalar o acesso ao mercado e isso vai revolucionar o DeFI, disse Roger Lim, sócio-fundador da NGC Ventures.

A Kira afirma que está criando um ecosistema DeFi full stack e deve fazer o primeiro teste da rede blockchain nos próximos 3 meses, disse o CTO da empresa, Mateusz Grzelak.

A Kira Core usa infraestrutura da Tendermint e da Cosmos SDK. A empresa criou uma prova de consenso, chamada de Multi-Bonded Proof of Stake (MBPoS), que permite a geração de receita com a validação de criptoativos e moedas digitais fiat e, ao mesmo tempo, mantém a liquidez através de derivativos. Além disso, permite o uso do ativo digital em diferentes redes ou aplicações DeFis blockchain interconectadas ao mesmo tempo.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>