Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

B3, Cerc, CIP e CRDC colocam em operação plataforma blockchain de registro de duplicatas

Blockchain evita que a mesma duplicata seja registrada em dois locais, diz Chiavegatti. Foto: CIP

B3, Cerc (Central de Recebíveis), CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos) e a CRDC (Central de Registros de Direitos Creditórios) vão lançar, no final deste mês, a plataforma de duplicatas escriturais que vai usar blockchain para centralização e compartilhamento de informações. Com isso, evita-se fraudes, o que pode ajudar a expandir o mercado bilionário de concessão de empréstimos garantidos por duplicatas.

Como publicou o Blocknews em março, a tecnologia blockchain permitirá verificar se uma duplicata está registrada apenas uma vez e se é verdadeira. Aldo Chiavegatti, superintendente de infraestrutura do mercado da CIP, disse a este site que tudo dando certo, a infraestrutura poderá ser estendida a outros ativos.

A plataforma usada é a Corda, da R3, que afirma que este é o primeiro caso no mundo de plataforma de integração de setor financeiro e que envolve registradoras e depositárias centrais.

Expansão do crédito

O mercado de crédito com garantia de recebíveis é de cerca de US$ 400 bilhões ao ano, com as duplicatas sendo a maior das garantias. Com a maior segurança nas operações, a expectativa é de que o volume de crédito chegue a até R$ 1,5 trilhão ao ano e inclua empresas de menor porte, segundo reportagem do Valor Econômico.

A plataforma atende a regra do Banco Central (BC) de implantação de interoperabilidade entre as empresas do segmento, o que aumenta a segurança e a agilidade das operações.

Hoje não se sabe se uma duplicata está registrada em mais de uma empresa, portanto, ganha quem descontar primeiro – algo nada seguro para um documento feito para dar segurança.

1 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>