Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Bolsa de Tel-Aviv usa DLT em plataforma de empréstimos de valores mobiliários

Tecnologia vai permitir transações sem intermediários. Foto: Lorenzo Cafaro. Pixabay.

A Bolsa de Valores de Tel-Aviv (TASE), vai lançar a primeira plataforma central de empréstimos de valores mobiliários do país e decidiu usar a tecnologia de registro distribuído (DLT) no projeto. Isso permitirá transações sem intermediários, peer-to-peer (P2P).

Atualmente, as operações são feitas usando mecanismos interbancários. Com a plataforma, será possível fazer empréstimos diretamente entre os principais instrumentos financeiros. Será uma “one-stop-shop para todas as atividades de empréstimos de valores mobiliários disse a bolsa num comunicado.

Os testes começaram em março passado. Com DLT, além de negociações diretas, será possível usar contratos inteligentes (smart contracts) e aumentar a segurança com a imutabilidade de registros que a tecnologia entrega.

Redução de custos e segurança

Isso tudo deve beneficiar a TASE, os custodiantes e seus clientes com redução de custos e aumento da segurança, disse a bolsa.

Orly Grinfeld, vice-presidente executivo e responsável pelo clearing da bolsa, disse que “a tecnologia blockchain representará um novo nível de segurança nos empréstimos de valores mobiliários e vai contribuir para o aumento das transações.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>