Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Terceiro halving do bitcoin se concretiza; criptomoeda opera em baixa

O tão esperado terceiro halving do bitcoin aconteceu nesta segunda-feira (11), às 16h25, quando o bloco 630 mil foi completado e imediatamente a recompensa dos mineradores da criptomoeda caiu de 12,5 bitcoins por bloco para 6,25 bitcoins por bloco.

Às 18h30, o bitcoin era cotado a US$ 8.630 (cerca de R$ 50 mil), queda de 1% nas últimas 24 horas. Para brasileiros, o aumento da cotação do dólar neste ano ajudou muito e fez a cotação em reais subir cerca de 70%.

É incerto o que vai acontecer com o preço da criptomoeda. Há quem diga que o valor não terá grande variação, porque já teve alta neste ano com mineradores e investidores se antecipando ao halving. Há também quem diga que agora o preço tem tudo para explodir, dada a maior escassez da moeda.

A recompensa é dada a quem coloca seu computador para validar uma transação na rede. Com isso, formam-se blocos. É uma forma de emissão da criptomoeda, como se um governo emitisse moeda. Uma vez que a recompensa diminui, menos criptomoedas estarão disponíveis e os mineradores podem também ter menos ânimo de deixarem seus computadores gastando (muita) energia para validar transações.

O enigmático personagem Satoshi Nakamoto, desde que criou a rede bitcoin, estabeleceu que a cada 210 mil blocos formados haveria um halving. Por isso, a recompensa que era de 50 bitcoins no começo é hoje de 6,25 bitcoins.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>