Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Chiliz, plataforma para engajar fãs de esporte, quer times brasileiros

A Chiliz, que promove o engajamento de fãs de esporte usando blockchain, e que já tem acordos com times como Paris Saint-German, Barcelona, Juventus e Independiente (Buenos Aires), tem conversado com clubes brasileiros para adesão à sua plataforma Socios.com, disse ao Blocknews Alexandre Dreyfus, CEO da empresa.

A plataforma blockchain Socios.com é uma ferramenta de marketing usada pelos clubes para engajar os fãs. Com a Chiliz $CHZ, a criptomoeda da plataforma, os fãs podem comprar e vender tokens de times que dão direto a participarem de votações dos seus clubes e outras ações promocionais.

“Estamos trabalhando para adicionar mais clubes e parceiros da América Latina (na plataforma) nos próximos meses, completou Dreyfus. A empresa tem um diretor-geral em Buenos Aires.

Dreyfus não dá detalhes das negociações com o Brasil. Segundo ele, a participação dos brasileiros na plataforma ainda é pequena. “O Brasil é um dos maiores países em termos de base de fãs de futebol. Com a tokenização de times globais, como Barça e PSG), e de times locais, além do UFC, temos muito potencial”, disse Dreyfus.

Nesta quinta-feira (7), a Chiliz anunciou a entrada do UFC na Socios.com, que tem 318 milhões de fãs no mundo, com lutadores também do Brasil.

O mundo blockchain tem visto iniciativas com esportes também. No Brasil, o Mercado Bitcoin vai lançar tokens (frações) de direitos que os clubes de futebol têm sobre jogadores que formaram.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>