Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Fintechs podem reduzir custos de pagamentos, mas riscos incluem segurança

O Banco de Compensações Internacionais (BIS, o banco central dos bancos centrais) e o Banco Mundial divulgaram um estudo que afirma que as fintechs podem ajudar a melhorar produtos de pagamentos e transações entre contas, contribuindo para a inclusão financeira e melhor experiência dos clientes. Mas há “poréns” na atuação dessas startups.

Elas podem gerar riscos relacionados a operação e segurança cibernética, proteção dos recursos dos clientes, privacidade e concentração de mercado. Se os riscos não foram bem gerenciados, podem ter impacto negativo na inclusão financeira, diz o estudo Payment aspects of financial inclusion in the fintech era.

Segundo o relatório, a tecnologia de registro distribuído (DLT) pode trazer mais inovação ao modelo de negócios de pagamentos internacionais. A tecnologia pode reduzir custos de reconciliação e de compliance, além de aumentar a transparência e o rastreamento de transferências.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>