Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Citibank adere à Contour, rede de bancos que usam blockchain em comércio exterior

O Citibank anunciou que fará parte da Contour, rede de financiamento de comércio exterior (trade finance) em blockchain, antes conhecida como Voltron. A rede digitaliza cartas de crédito, um processo feito ainda em papel, e permite o compartilhamento de dados de forma eficiente e mais transparente entre os membros da Contour.

A Contour começou como um projeto dentro do consórcio R3, utilizando a plataforma Corda. A rede foi lançada em Singapura em abril de 2018 e depois de realizar pilotos em 14 países, entrou em operação comercial no mês passado, sendo agora um negócio independente.

O Citi está investindo no projeto por meio da Citi Ventures. Dentre as instituições que fazem parte estão o HSBC, ING, Standard Chartered, Bangkok Bank, SEB (da Suécia), BNP Paribas, e a Bain & Company.

Os pilotos feitos pela Contour incluíram a simulação de transações digitais de cartas de crédito em 27 países de seis continentes, uma transação comercial totalmente integrada e sem uso de papel entre a Rio Tinto e a Cargill, o primeiro desse tipo nessa indústria, e o processamento de uma carta de crédito em iuan, também pioneira por ser na moeda chinesa e na tecnologia blockchain.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>