Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Documentário: Silk Road mostra história crucial do bitcoin, diz consultor

O final de semana chegou e é hora de colocar a lista de filmes em dia. Para quem gosta dos gêneros com dark web, suspense e investigação, Silk Road: Drugs, Death and the Dark Web (2017) é um prato cheio.

O documentário conta a história do Silk Road, site norte-americano de compras na dark web criado em 2011 e que vendia de tudo, inclusive drogas. Seguia o pensamento libertário de que a privacidade é lei, cada um faz suas regras e o governo deve ser ignorado – portanto, enfrentado.

O site combinava o software Tor – que garantia anonimato com segurança – e o uso de bitcoins. Segundo Pedro Birindelli, consultor sênior da Cosin Consulting e entusiasta de blockchain, a venda de bitcoins apreendidas nas contas do site acabaram legitimando a moeda (foram cerca de 170 mil, que na época valiam algo como US$ 32 milhões e calma, isso não é um spoiler).  

Ross Ulbricht, acusado de ser o responsável pela plataforma, foi preso em 2013 e condenado a perpétua sem chances de perdão. Ele se diz inocente de todas acusações. Há um movimento que pede sua libertação e acusa o processo de injusto . Até agora, 250 mil pessoas já assinaram o pedido de libertação.  

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>