Mercado de Criptomoedas por TradingView

TCU e BNDES lançam oficialmente Rede Blockchain Brasil no dia 30

Na próxima segunda-feira (30), o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançam oficialmente a Rede Blockchain Brasil (RBB). O foco é na segurança e transparência de atividades e contratos das instituições públicas e as privadas de interesse público, segundo o tribunal.

A rede deverá conectar instituições de todo o país. De acordo com o TCU, espera-se que a estrutura de governança e infraestrutura tecnológica facilitem a adoção de blockchain na esfera pública. Potenciais participantes que já usam de forma experimental a rede vão estar no evento. Para entrar na rede, é preciso apresentar o Termo de Adesão que será avaliado pela equipe de governança do projeto, formada por membros do TCU e do BNDES.  

Gladstone Arantes, chefe de iniciativas de blockchain do BNDES, apontou que a “RBB” irá rodar na Hyperledger Besu 2.0, um sistema com protocolo de consenso baseado em prova de autoridade (“proof of authority”), no qual não haverá mineração. O objetivo parece ser simplificar a rede ao manter uma camada de controle junto aos agentes estatais.

A Rede é um projeto em em Hyperledger Besu 2.0, que usa o sistema de consenso prova de autoridade (Proof of Authority, PoA). Nele, o algoritmo é baseado em reputação, ou seja, o risco não está em perder em criptomoedas. Os nós validadores são selecionados pelos membros da rede.

Além do BNDES e TCU, também participam do projeto a Dataprev, a Prodemge, o laboratório de inovação do Banco Inter-americano de Desenvolvimento (IDB LAB) e a PUC-Rio.

Compartilhe agora

2 comentários em “TCU e BNDES lançam oficialmente Rede Blockchain Brasil no dia 30”

  1. Há uma frase do texto que perdeu o sentido durante a edição: “Potenciais participantes vão estar potenciais participantes que já usam de forma experimental a rede”. Favor arrumar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.