Mercado de Criptomoedas por TradingView

Suíça Lugano anuncia criptomoedas como moeda legal e plano de ser hub de blockchain

Lugano vai rivalizar com Crypto Valley como hub de blockchain. Foto: Adege, Pixabay.

O prefeito de Lugano, Michele Foletti, e o CTO da criptomoeda Tether, Paolo Ardoino, anunciaram hoje que a cidade suíça terá essa stablecoin, bitcoin e o token da localidade, o LVGA, como moedas legais. A ação faz parte do que Foletti chama da Plano B. O objetivo é tornar Lugano um hub de blockchain e criptomoedas.

Segundo a Ansa, o projeto inclui um hub especializado e acelerador no centro da cidade para empresas e startups. Deverá haver um fundo multimilionário para ajudar a financiar startups que atuam com blockchain e com foco em construir serviços nessa solução para a localidade. O prefeito disse que instituições financeiras tradicionais também devem participar do projeto.

Assim, Lugano vai rivalizar com o Crypto Valley, no Zug Valley, local da Suíça onde já há incentivos para empresas do ecossistema cripto se instalarem. Mas, Lugano quer permitir também o pagamento de impostos, serviços públicos, estacionamentos e multas com as criptomoedas. A ideia é de integração com a Lightning Network, de acordo com a Ansa. A Lightning permite pagamentos em blockchain e busca ter mais escala que a rede bitcoin.
   
 “Nos últimos anos, já implementamos soluções em blockchain. Dentre elas está o aplicativo MyLugano e seu token de pagamento LVGA Points, que é o franco digital de Lugano. Além da infraestrutura blockchain “3Achain” desenvolvida na cidade. Acreditamos fortemente nessa tecnologia e em seu potencial de escalabilidade”, afirmou Foletti, segundo a agência de notícias italiana Ansa.

Deverá haver um fundo de 3 milhões de francos suíços (cerca de R$ 16,5 milhões) para incentivar a adoção das criptomoedas. O uso será em todos os níveis, para permitir que empresas e comércio se adequem às moedas digitais. E deverá haver também 100 milhões de francos suíços (cerca de R$ 500 milhões) para startups que se transferirem para Lugano. Nesse caso, a Polygon Matic também vai participar.

O plano prevê também mais de 500 bolsas de estudos para quem estudar bitcoin e descentralização.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.