Termina nesta quinta-feira inscrição em hackathon do CNJ para soluções blockchain

AmazonasCoin quer oferecer farming, staking e launch pool: Pixabay
Hackathon do CNJ busca soluções blockchain e de inteligência artificial para proteção do meio-ambiente; inscrições vão até 27 de maio

Termina ao meio dia desta quinta-feira (27) o prazo para inscrição no hackathon do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O desafio busca soluções em inteligência artificial e/ou blockchain para proteção do meio-ambiente. A página do evento tem os links de inscrição.

O escopo dos três desafios é integrar dados abertos dos municípios sobre a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). O foco é em 2 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Um deles é o 13, de combate às alterações climáticas, e o 15, de proteção da vida. O CNJ inclui os ODS em seu planejamento 2021-2016.

Um dos desafios se refere a melhorar a comunicação da sociedade com o poder Judiciária, ou seja, como facilitar denuncias de crimes ambientais em floresteas e terras indígenas.

Um segundo desafio do hackathon do CNJ é o como o Judiciário pode apresentar seus dados para o desenvolvimento soluções tecnológicas para se encontrar os processos. E por fim, como criar um sistema público único de consulta da matrícula no Registro de Imóveis.

O desenvolvimento de ideias e entrega parcial das soluções é no sábado (29). O pitch e submissão completa é no domingo (30). Já o anúncio dos ganhadores é no dia 3 de junho.

Mas, o CNJ recomenda que os times tenham de 20% a 40% de mulheres. Assim, quer estimular a diversificação, o que faz sentido num setor com poucas mulheres.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *