Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Bancos italianos lançam projeto para testar infraestrutura e usos do euro digital

Bancos querem preparar o terreno para euro digital. Foto: Harry Strauss, Pixabay.

A Associação Bancária Italiana (ABI) e seu centro de inovação, o ABI Lab, começaram um projeto experimental sobre o euro digital. O objetivo é ajudar os bancos a se prepararem para o eventual lançamento da moeda digital do banco central (CBDC) da União Europeia (UE). O bloco estuda o assunto e abriu consulta pública sobre esse tema.

Assim como outras instituições financeiras, a ABI quer demonstrar se a CBDC europeia é factível tecnicamente. Ou seja, se funcionará como moeda baseada numa blockchain ou registro distribuído (DLT). Além disso, quer explorar novos serviços que serão possíveis porque a moeda é programada.

Os estudos se darão sobre dois pilares. Um deles é o da infraestrutura e do modelo distribuído, focado na parte técnica. ABI fará isso com a infraestrutura ABI Lab Chain, que tem 100 nós distribuídos na Itália, e os bancos dessa rede.

Uso do euro digital

Já no outro pilar, a ABI focará nos casos de uso que diferenciem o euro digital dos atuais pagamentos eletrônicos. Para isso, será feita parceria com os bancos e as empresas Ntt Data, PwC e Reply.

A UE abriu consulta pública sobre sua CBDC em 12 de outubro. Posteriormente, publicou o “Report on a digital euro”, feito pela força-tarefa do Eurosistema.

A UE diz que é preciso se preparar para um eventual euro digital. Em primeiro lugar está a necessidade de dar apoio à digitalização da economia europeia. Outro ponto é responder à troca de papel moeda pelo euro digital nos pagamentos. Por fim, o bloco quer ter um cenário eficaz para uma maior difusão de moedas digitais privadas ou de bancos centrais.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>