Mercado de Criptomoedas por TradingView

Programador descobre em app que PayPal estuda ter criptomoeda com lastro em dólar

PayPal já disse que criptomoeda estável precisa ter escala e segurança. Foto: PayPal.

A PayPal Holdings estuda ter sua própria criptomoeda. Seria uma stablecoin, ou moeda estável, que acompanharia o dólar. A informação é da Bloomberg. De acordo com a agência de notícias, a empresa confirmou a informação diante de evidências no seu aplicativo para celulares iPhone. O PayPal tem várias iniciativas com criptomoedas, de aceitar em pagamentos a compra de startups do segmento.

“Se e quando decidirmos ir em frente, vamos, claro, trabalhar de perto com os reguladores”, afirmou Jose Fernandez da Ponte, vice-presidente sênior de criptomoeda e moedas digitais. Os Estados Unidos (EUA) estão estudando o que fazer em relação às stablecoins, já que boa parte delas tem conexão com o dólar. Portanto, há receios sobre o impacto do uso dessas criptomoedas na economia e finanças do país. “Teria de haver clareza sobre regulação, o marco regulatório e o tipo de licenças necessárias.”

No podcast “Unchained”, Fernandez da Ponte disse que as stablecoins no mercado ainda não servem para pagamentos. Isso porque uma criptomoeda estável para isso na PayPal precisa ter escala e segurança, afirmou.

No projeto Libra, hoje Diem, que ficou conhecida como “criptomoeda do Facebook”, a PayPal também viu a força do regulador. Então, houve uma grita geral de reguladores no mundo sobre o projeto. Com isso, aos poucos grandes empresas saíram do grupo. O PayPal foi o primeiro a sair.

Segundo a Bloomberg, que descobriu o projeto de stablecoin do PayPal no aplicativo foi o programador Steve Moser,que contou para a agência. Um código escondido e imagens indicam a “PayPal Coin.” E o código indica que é atrelada ao dólar. Porém, o que está lá vem de um hackathon interno, ou seja, poderá mudar caso se torne público.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.