Primeira bolsa de commodities em blockchain deve entrar em operação comercial neste ano

Evento discutiu aplicação de blockchain e IoT dos insumos à certificação.

Está prevista para entrar em operação no segundo semestre deste ano a primeira plataforma digital do país para negociações de commodities com o uso de blockchain. A Gavea Marketplace vai realizar transações entre os participantes da rede e rastrear commodities negociadas desde a operação comercial até o pós-venda.

Segundo Vítor Uchôa Nunes, fundador da Gavea, a plaforma permite redução de custos e burocracia e, com negociações diretas, sem intermediários, pode aumentar a margem dos participantes,

A Gavea foi um dos 20 projetos selecionados pelo LIFT (Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas) do Banco Central e está sendo desenvolvida há um ano.

A bolsa vai usar a plataforma Corda, da R3, especializada em instituições financeiras. Segundo Uchoa, a Corda foi escolhida por questões como interoperabilidade.

A plataforma começa a ser apresentada em março para parceiros e o piloto começa em julho em algumas regiões do país, com soja e milho. Primeiro será no sul. A expectativa é entrar em operação comercial em setembro.

Compartilhe agora

6 comentários em “Primeira bolsa de commodities em blockchain deve entrar em operação comercial neste ano”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *