Mercado de Criptomoedas por TradingView

L4 Venture Builder será fundo de fomento a startups da B3

De olho em novas tendências e na ampliação de frentes de negócios, a Bolsa brasileira B3 anunciou nesta semana o L4 Venture Builder, um fundo com aporte inicial de R$ 600 milhões para investimentos no ecossistema de inovação em empreendedorismo.

O novo fundo receberá recursos da B3 para selecionar projetos nos quais terá participação societária. Setores com alto potencial de crescimento, como os mercados de energia, carbono, finanças descentralizadas (DeFi), tokenização de ativos, soluções para fintechs e crowdfunding estão entre os alvos do fundo.

De acordo com o CEO da B3, Gilson Finkelsztain, a ideia é que o novo fundo invista em Venture Building nos próximos cinco anos, com o primeiro investimento em startup a ser realizado ainda neste ano. “O L4 Venture Builder funcionará como uma estrutura independente, com formato flexível para desenvolver seus negócios, podendo, inclusive, atuar em áreas nas quais a B3 já trabalha”, afirma Finkelsztain.

Novos Negócios da B3

O L4 Venture Builder será liderado pelo executivo Pedro Meduna, que iniciou a carreira trabalhando com consultoria estratégica na Bain e investimento em Private Equity na TMG Capital. Mais recentemente, atuou como parte do time executivo de empresas como Tripda (Rocket Internet e Insight Venture Partners), Cabify (Rakuten) e Juntos Somos Mais (Votorantim, Gerdau e Tigre).

“Há muito tempo me inspiro na B3 como um caso único de empresa que está sempre se reinventando e servindo cada vez melhor ao nosso país e ao nosso mercado de capitais”, diz Meduna.

A criação do L4 Venture Builder se junta às iniciativas de Digital Assets, liderada por Jochen Mielke, e de Desenvolvimento de Produtos e Serviços para Middle e Backoffice, sob a responsabilidade de Paulo D’Angelo, numa sinalização de que o portfólio de Novos Negócios da B3 deve continuar a expandir as fronteiras de atuação da Bolsa brasileira.

“Esse novo fundo nasce com a visão de acelerar ainda mais a inovação que já ocorre dentro da B3, demonstrando que a companhia leva a sério o desafio de antecipar tendências e oferecer ótimas soluções para o mercado. Espero que a L4 Venture Builder consiga somar cadência e força a essa trajetória, em um momento em que o mundo passa por tantas transformações oriundas de novas tecnologias”, diz Juca Andrade, vice-presidente de Produtos e Clientes da B3.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.