Mercado de Criptomoedas por TradingView

Fintech a55 fecha primeira operação de crédito em blockchain

a55 tem histórico de fornecer crédito para empresas de SaaS e e-commerce.

A fintech a55, que viabiliza crédito para pequenas e médias empresas com base em receita, fechou em fevereiro passado sua primeira operação de financiamento baseado em blockchain, com um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi). A operação foi no formato USDC (criptomoeda da Circle)/BRZ (stablecoin da Transfero com lastro em reais).

Com isso, a a55 pretende expandir os serviços de financiamento baseados em receita nos mercados brasileiro e mexicano. O foco é em pequenas e médias empresas.

 “Essa operação abre caminho para um futuro brilhante, no qual dados alternativos se tornarão um colateral confiável por meio do blockchain para gerar liquidez globalmente. Assim como para financiar o crescimento de empresas em todo o mundo”, comenta Hugo Mathecowitsch, CEO da a55.

De acordo com Gabriel Zamora, diretor de mercados de capitais da a55 “integrar stablecoins e protocolos de liquidez em nossa estratégia de captação é um caminho importante para complementar estruturas centralizadas”. Segundo ele, a fintech escolheu o melhor dos dois mundos e conectando soluções DeFi aos mercados de capitais tradicionais”.

“Este empréstimo DeFi é o início de uma parceria para revolucionar os mercados globais de crédito”, disse Thomas Bohner, CEO da Credix.

a55 tem histórico em crédito de empresas de SaaS e e-commerce

A a55 tem histórico em financiar empresas de SaaS (Software as a Service) e e-commerce. Portanto, com a parceria com a Credix, um marketplace de crédito de DeFi, foi possível desenvolver a operação. A transação incluiu a infraestrutura DeFi-TradFi, ou seja, finanças descentralizadas com a tradicional, e a securitização alternativa para a América Latina.

A a55 tem esse histórico há quatro anos. E afirma que houve crescente demanda dos clientes por capital inteligente. Por isso, usou os modelos de dados já desenvolvidos para a evolução do serviço em parceria com a Credix.

A a55 captou um aporte série B de US$16,3 milhões em janeiro deste ano liderado pela Movile, com participação da Mouro Capital. Além disso, financiou suas operações de crédito até agora com estruturas de TradFi no Brasil, Europa e México.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.