Mercado de Criptomoedas por TradingView

Entra em operação app do PurpleCats, que quer ser banco digital com cripto

Lima, CEO da PurpleCats, diz que olha para quem está fazendo transição para cripto.

Entra hoje (29) em operação, oficialmente, a PurpleCats, que planeja ser um banco digital que permite investimentos e compras em criptomoedas, sem conversão para moeda fiat pelo usuário, porque o processo será automático. O aplicativo está no ar e começa com as carteiras digitais que permitem compra de criptoativos nas redes Ethereum e Binance Smart Chain (BSC). “Mais do que um banco digital na blockchain, o app é a ponte entre a economia tradicional e a criptoeconomia, o que alguns também têm chamado de BankChain”, diz Pedro Henrique de Lima, CEO e fundador da startup.

Lima afirma que trabalhou no aplicativo desde fevereiro deste ano. O uso de criptos sem conversão será por um processo que vai usar a cotação corrente das moedas digitais quando o saldo for utilizado. Está previsto também um token próprio a partir de 2023, compra e venda de criptos e produtos similares aos de outros bancos digitais.

A ideia do aplicativo se baseia num interesse crescente dos brasileiros em fazer pagamentos com criptomoedas. Uma pesquisa da CoinsPaid, segunda maior empresa de pagamentos em criptomoedas do mundo, mostrou que 36,3% dos entrevistados brasileiros têm interesse de fazer esses pagamentos em lojas físicas. O PurpleCats é um produto para o público que está em transição para o universo cripto, afirma Lima.

De acordo com o fundador, a carteira é não custodial e o usuário é o único que pode realizar movimentações, uma vez que o seu dispositivo se torna parte da autorização das transações. A segurança, afirma, se baseia em identidade descentralizada e a chave de acesso está em poder do cliente.

Num segundo momento, o app terá “100 criptoativos para investir ou usar no dia a dia através de compras em estabelecimentos, via cartão, e com taxa de uso podendo chegar próxima à zero dependendo do nível da conta do usuário”. Segundo Lima, que é arquiteto de software com 14 anos de experiência, depois diso entrará em operação abertura da conta digital com funcionalidades como pagamento de contas, recarga de celular e solicitação do cartão de débito e crédito pré-pago. Haverá um cartão que será uma espécie de NFT, com registro direto na blockchain para o seu detentor e vantagens aos usuários.

O app da PurpleCats será detalhado no Blockchain Rio Festival, que acontece entre os dias 1 e 4 de setembro, no Rio de Janeiro. O projeto do banco inclui ainda um braço de educação que se chamará CobbyAcademy.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.