Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Citi é mais um dos grandes bancos dos EUA a entrar em criptomoedas

Citigroup anuncia que vai operar com criptomoedas

A área de gestão de fortunas do Citigroup acaba de formar o Grupo de Ativos Digitais. “Dados os novos e animadores crescimentos que estamos vendo em criptomoedas, tokenização e outras avanços com o suporte de blockchain, estamos felizes de anunciar a formação do grupo.”

A afirmação está num comunicado interno do banco. Portanto, o Citi se junta a outros grandes bancos dos Estados Unidos que passaram a atuar com criptomoedas. O Morgan Stanley foi o primeiro.

Assim como ele, o Goldman Sachs também passou a oferecer produtos relacionados a criptomoedas para seus clientes da área de gestão de fortunas. Os bancos costumam recomendar investimento de até 2%-3% do portfolio em critptos.

Já o BNY Mellon decidiu oferecer a custódia de criptomoedas, enquanto JP Morgan investiu numa plataforma e serviço blockchain, a Quorum. Mas, vendeu a plataforma para a Consensys. Além disso, o JP criou uma moeda estável.

Citi escolhe dois executivos do banco para cuidar de criptomoedas

Em maio passado o Citi já havia revelado que estava estudando entrar no segmento de criptoativos. O Citi enviou a comunicação interna sobre a nova divisão de criptomoedas para os sites internacionais The Block, Bloomberg e Coindesk.

Os líderes da nova área serão Alex Kriete e Greg Girasole. A função deles será a de desenvolver produtos e “trabalhar com nossos parceiros, com o mercado de capitais e com a área de gerenciamento de investimentos do Citi para desenvolver um proposta de valor robusta e escalável”. É o que diz o comunicado.

O Citi escolheu dois executivos de dentro do banco para cuidarem da nova área de criptomoedas. Kriete está há 10 ano no Citi. No entanto, ele continua na função anterior de vice-presidente sênior, conselheiro de investimentos do Citi Private Bank, segundo seu perfil no LinkedIn.

Já Girasole, além de co-líder da nova área de ativos digitais, continua como vice-presidente-sênior, gestor de portfolio, do Citi, de acordo com o perfil no Linkedin.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>