Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Bolsa brasileira estuda oferecer novos investimentos em criptomoedas

Foto: M.B.M., Unsplash.

A bolsa de valores brasileira poderá entrar no segmento de criptoativos. Foi o que disse o CEO da B3, Gilson Finkelsztain, numa entrevista ao portal Seu Dinheiro. Para ele, ´e interessante a B3 olhar para tokens de ativos não digitais, como obras de arte, imóveis e carros.

Além disso, a instituição estuda lançar derivativos de criptomoedas. Esses são contratos cujo preço é atrelado a um ativo, ou seja, deriva desse ativo. Por exemplo, os contratos futuros de criptomoedas que a Bolsa de Chicago negocia. Recentemente, a B3 contratou Fúlvio Xavier, um dos responsáveis por blockchain na EY.

Hoje, a B3 negocia cinco fundos de índices ligados a criptomoedas da Hashdex e da QR Capital. “A gente está trazendo vários produtos de cripto para dentro da B3. Já temos mais de 160 mil investidores nos cinco ETF”, afirmou.

No entanto, Finkelsztain criticou as empresas que se autodenominam bolsas de criptoativos. “Na verdade não são bolsa, porque não têm regra nenhuma. Elas na verdade são corretoras de criptomoedas, e que não têm absolutamente nenhuma regulação. O custo de operação é muito mais muito mais alto e a proteção para o investidor é muito menor. Custa umas 50 vezes mais caro operar criptomoedas do que ações. E depois dizem que a bolsa é cara…”

Executivos do mercado financeiro tradicional passaram para o de criptomoedas e hoje concorrem com a bolsa. Por exemplo, os CEO do grupo ATM, Roberto Dagnoni, que tem o Mercado Bitcoin, e o CEO da empresa, Reinaldo Rabelo.

Tokens de ações dentro de protocolos de finanças descentralizadas (DeFi) não atraem a B3, segundo seu CEO. Isso porque já existem. “É fácil comprar uma ação ou uma fração de ação da Vale.” Mas, afirmou que a bolsa tem o que aprender em DeFi e defendeu regulação para o setor.

De uma forma ou de outra a bolsa precisa estudar DeFi, porque o Banco Central estuda isso como parte do projeto do real digital.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>