Mercado de Criptomoedas por TradingView

Banco do Brasil cria laboratório de blockchain para testar soluções

Banco do Brasil diz que blockchain permite produtos mais eficientes.

O Banco do Brasil (BB) criou um laboratório de experimentação e inovação em blockchain. O objetivo do Lentes BB é treinar áreas de negócio da instituição e selecionar projetos com uso da tecnologia para desenvolvimento de protótipos funcionais. Sua atuação cobrirá as 41 diretorias do BB. A GoLedger, que desenvolve soluções em blockchains permissionados para governo e empresas, é a parceira nessa iniciativa.

Os bancos vêm olhando e testando blockchain há algum tempo, mas evitavam falar do assunto. Agora, lançam oficialmente iniciativas e alguns estão no Lift Challenge, programa de testes do real digital, com soluções em blockchain. O BB também está no metaverso, ambiente em também estão inseridos tokens.

“Um dos pilares de nossa estratégia de inovação aberta envolve a ativação de laboratórios de inovação focados na identificação e habilitação de tecnologias emergentes com potencial de gerar eficiência, novas receitas e melhores experiências aos nossos clientes”, afirma Pedro Bramont, diretor de negócios digitais do Banco do Brasil.

“Blockchain é uma das tecnologias que permite criar processos e serviços mais eficientes, interoperáveis e seguros. Essa parceria nos permitirá aumentar o uso desta tecnologia e, assim, acelerar nossa estratégia digital e tecnológica”, disse Rodrigo Mulinari, diretor de tecnologia do BB.

A GoLedger, parceira do BB, já desenvolve projetos com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, a Celepar, a empresa de tecnologia o Paraná, e com a Petrobras. A GoLedger é finalista do Prêmio Nacional de Inovação, iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

BB diz que blockchain permite produtos escaláveis

“O BB demonstra o seu compromisso com a melhoria contínua de seus serviços, bem como a visão de colocar um banco bicentenário na vanguarda da transformação digital no país. Para nós é uma honra poder fazer parte desse momento tão significativo”, afirmou Otávio Soares, COO da GoLedger 

O BB Lentes de blockchain terá a suporte do GoLAB, que a GoLedger lançou em 2021. É o único laboratório de blockchain no país com um ciclo completo de serviços e capacidade de entrega de um protótipo funcional em três meses. Isso inclui capacitação de equipes e infraestrutura tecnológica da nuvem às soluções em blockchain para serviços como identificação de pessoas, privacidade de dados, gestão de processos e documentos, rastreabilidade de produtos e votação online. Além disso, há serviços de mentoria, assessoria e desenvolvimento de contratos inteligentes.

De acordo com o BB, o blockchain tem se tornado um dos grandes aliados na transformação digital, “uma vez que muda as condições sob as quais os negócios são feitos”. Segundo o banco, a tecnologia permite a criação de serviços mais modernos e escaláveis, acompanhando a evolução cultural e tecnológica da sociedade, com a consequente melhora de desempenho e confiabilidade das empresas na prestação de serviços aos clientes.

Em janeiro, o Banco do Brasil anunciou dois fundos de venture capital corporativos, que vão dividir R$ 200 milhões. Um deles tem como foco gerar impacto socioambiental positivo, para investir em startups alinhadas à estratégia do banco.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.