Monnos vai reverter 15% de vendas do NFT Cup para Gerando Falcões

NFT Cup da Monnos tem as 32 seleções da Copa. Foto: Rhett Lewis, Unsplash.

A plataforma de criptomoedas Monnos vai reverter 15% dos valores arrecadados com a venda dos tokens do NFT Cup, um play to earn sobre a Copa do Mundo, para a Gerando Falcões, uma organização não governamental (ONG). A ONG promove o desenvolvimento econômico-social nas periferias e favelas do país. De acoro com Rodrigo Soeiro, co-fundador da Monnos, “a ideia é trazer a comunidade cripto para as causas sociais. Aquele que pode investir, também pode doar. Ambicionamos que este seja o primeiro passo rumo a outras frentes que construiremos neste sentido”. 

“Nós ficamos extremamente contentes com a parceria da Monnos. Cerca de 17 milhões de brasileiros vivem em territórios de exclusão e somente unindo forças, com ações como essa, conseguiremos combater e exterminar a pobreza”, afirma Juliana Plaster, Diretora de Desenvolvimento e Parcerias da Gerando Falcões.

O NFT Cup tem as 32 seleções da Copa, cada uma com seus 26 jogadores. As seleções são distribuídas em níveis de raridade, de acordo com a probabilidade de vencer o campeonato. O NFT Cup pode ser adquirido por meio de Pix ou criptomoedas, através do app monnos. A estimativa é de que o Brasil é o segundo maior mercado do mundo em NFTs, com 5 milhões de usuários. O primeiro é a Tailândia.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *