Mercado Bitcoin cria carteira para doação a brigada que combate incêndio no Pantanal

Quem tem carteira digital pode transferir bitcoins para a brigada. Foto: Keese, Pixabay.

O Mercado Bitcoin criou uma carteira pública para a campanha de financiamento coletivo da Brigada Alto Pantanal Haroldo Palo Jr. (https://brigadaaltopantanal.org.br/). A brigada combate o incêndio que atinge o Pantanal em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O endereço da carteira pública é 37EKMMNStPx14sFszJZLUy69nAKfn1PvuH e quem tem conta em corretoras de criptomoedas pode doar por meio de transferência. Encerrando o período, o Mercado Bitcoin e a Brigada Alto Pantanal Haroldo Palo Jr. divulgarão o montante arrecadado a ser doado à campanha.  A carteira vai arrecadar bitcoins que serão convertidos em reais.

Em seu site, a brigada diz que suas campanhas de arrecadação têm a meta de “manter duas brigadas equipadas e treinadas por 12 meses e colaborar com custos veterinários dos animais silvestres”.

Doação rastreada

“Contribuir com uma causa tão importante fazendo uso da tecnologia blockchain, uma rede segura e pública aonde qualquer um pode acompanhar e auditar quanto está sendo arrecadado, em tempo real, está totalmente alinhado com o nosso propósito de democratizar o acesso a soluções inovadoras”, comenta Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

Até o início de setembro, mais de 2.842.000 hectares, ou 18,7% do bioma, foram incendiados.

Segundo Angelo Rabelo, diretor de Relações Institucionais do Instituto Homem Pantaneiro (IHP) e coordenador deste projeto, a ideia de criar a brigada surgiu para apoiar o estado, uma vez que a contratação de brigadistas pelo IBAMA e ICMBio ocorre de forma sazonal, entre julho e dezembro, e não consegue ter homens  suficientes para atuar nas regiões mais remotas e menos habitadas do Pantanal.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *