JP Morgan e Toshiba criam primeira rede de distribuição de chave quântica em blockchain

Rede quântica mostrou sucesso em combate contra hacks.

O JPMorgan Chase, um dos maiores bancos do mundo e também um dos mais ativos em blockchain, a Toshiba e a Ciena, empresa de softwares, afirmaram que a primeira rede de distribuição de chave quântica (QKD na sigla em inglês) para áreas metropolitanas é viável. Isso é feito em rede blockchain.

No momento, QKD é a única solução quem foi matematicamente provada na defesa de ataques vindos de computação quântica, com segurança garantidas com base nas leis da física quântica, de acordo com o grupo.

“Esse projeto acontece num momento importante. Estamos nos preparando para a introdução de computadores quânticos, que vão mudar o cenário das tecnolgias de segurança como blockchain e criptomoedas, disse Marco Pistoia, líder de pesquisa do Laboratório de Pesquisa e Engenharia Aplicadas no Futuro (Flare) do JP Morgan.

A QKD podem dar segurança na comunicação entre os nós da rede Liink, completou Suresh Shetty, engenheiro e líder de engenharia blockchain da Onyx, braço da tecnologia do JP Morgan.

Um teste motrou que rede teve sucesso contra ataques de computação quântica e é capaz de dar suporte a uma taxa de 800 Gbps de dados para aplicações de missões críticas em condições reais de ataques. A rede conseguiu detectar e se defender de hacks de forma instantânea, de acordo com comunicado.

Além disso, o projeto estou o impacto de fatores reais na qualidade do canal quântico e usou canais ópticos com segurança QKD para fazer a segurança de rede blockchain Liink, do JP Morgan. Essa foi a primeira demonstração do QKD fazendo a segurança de uma aplicação blockchain em missão crítica do setor.

O grupo compartilhou a pesquisa com os detalhes técnicos os resultados.

O banco JP Morgan está atuando em praticamente todos os segmentos de blockchain. Isso inclui, por exemplo, pesquisa, criação de rede, investimento em startups do setor, e criação de sua própria criptomoeda, operação no metaverso e oferta de produtos e serviços em criptos. No metaverso é possível pagar em cripto e tokens não fungíveis (NFTs).

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *