Mercado de Criptomoedas por TradingView

Instituto Guetto faz parceria com Paxful para educação sobre bitcoin para negros

AfroBit_lab vai começar com educação sobre bitcoin para 12 pessoas. Imagem: Dmitry Demidko, Unsplash.

O Instituto Guetto, que promove a equidade racial, e a Paxful, plataforma peer-to-peer (P2P) de compra e venda de bitcoin, fecharam uma parceria para informar a população negra sobre a primeira criptomoeda do mercado. O AfroBit_lab busca fortalecer pessoas com pouco ou nenhum acesso a serviços financeiros tradicionais.

Nesta primeira turma, o AfroBit_lab terá 12 vagas e os alunos receberão R$ 1,3 mil. As aulas começam no início de agosto e terão
duração de cinco semanas. Os conteúdos incluem educação anti-racista, teoria e prática sobre bitcoin, inglês e aulas optativas de análises de dados. Após o período de formação, darão masterclasses à comunidade negra.

Mas, para participar, os candidatos devem fazer uma pré-seleção com teste de nivelamento de inglês intermediário, capacidade de ministrar palestras ou aulas e familiaridade com bitcoin. Além disso, precisarão enviar vídeo motivacional e passarão por entrevistas.

AfroBit_lab é primeira iniciativa com bitcoin da Paxful no Brasil

O patrocínio ao AfroBit_lab é a primeira iniciativa da Paxful no Brasil. A plataforma se define como uma espécie de eBay de bitcoin e afirma ter 450 opções de meios de pagamento, o que facilita o acesso a bitcoin. Além disso, diz ter iniciativas semelhantes em outros países, em especial na África, seu principal mercado em escala global.

“Lidar com bitcoin pode parecer algo muito distante para a maioria da população negra. Acredita-se que mesmo para o povo em geral é difícil entender o mundo das criptomoedas ou modelo de emissão monetário descentralizado. Mas isto está mudando. Há 15 anos, o mundo do mercado financeiro vem se democratizando, seguindo paralelamente a passos largos com a tecnologia. Muita gente tem ganhado dinheiro e a população negra tem tido vários obstáculos com isso”, afirma Alabê Nunjara, diretor de Políticas Públicas e Relações Internacionais no Instituto Guetto.

De acordo com Nunjara, “se este público quer ter mudança geracional e autonomia financeira, tendo maior rentabilidade, é preciso aprender sobre novas maneiras de capitalizar. É isso que queremos oferecer com a Paxful o AfroBit_lab;”

“Bitcoin é uma das ferramentas mais poderosas do mundo para a liberdade financeira”, diz Ray Youssef, CEO da Paxful. Na plataforma, o vendedor de bitcoin cria uma conta e cria sua margem de lucro.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.