Mercado de Criptomoedas por TradingView

Governo da Ucrânia e parceiros lançam NFTs para arrecadar fundos para país

NFTs ajudarão Ucrânia, invadida pela Rússia. Imagem: Mint for Ukraine.

Sem horizonte para o fim da guerra entre Rússia e Ucrânia, a arrecadação de fundos com o uso da tecnologia blockchain continua entre as formas de ajuda aos ucranianos. Desta vez, um coletivo que inclui artistas, inovadores digitais,educadores e governo lançaram o Mint for Ucrânia, uma coleção de um milhão de NFTs (tokens não-fungíveis) geradas por inteligência artificial para arrecadar fundos de ajuda ao país.

Um esforço conjunto de quatro ministérios ucranianos (Transformação Digital, Cultura, Saúde, Relações Exteriores), Fundação da Escola de Economia de Kiev, Coletivo Artificial Intelligent Mind, Ukraine.ua, Reface, Polygon, Polygon Studios e OpenSea quebram todas as regras do típico Lançamento de uma NFT. A coleção #MintForUkraine não é apenas a maior coleção de arte da história, contendo um milhão de obras de arte, mas também pode ser cunhada gratuitamente.

A coleção foi criada pelo artista Phil Bosua e inteligência artificial. “Acho que a colaboração humano/IA é o próximo grande movimento artístico. Agora temos uma linha direta do pensamento à expressão e podemos criar tanta arte quanto imaginarmos. Quando combinamos essas ideias com uma crise cultural global, a arte tem a capacidade de causar mudanças em uma escala que ainda não imaginamos”, comenta Bosua.

Interessados na coleção #MintForUkraine podem cunhar gratuitamente a NFT, criando uma carteira e doando através da moeda de sua escolha ou criptomoeda. O site inclui um guia de instruções para quem é novo no mundo cripto.  

Além disso, pela primeira vez, uma parceria com o marketplace de NFT OpenSea está direcionando 100% de todo o valor de revenda para os esforços de socorro, tornando cada NFT um veículo perpétuo de arrecadação de fundos para ajuda à Ucrânia.

Até 10% das doações são direcionadas para apoiar a cultura ucraniana (artistas e instituições culturais), enquanto os 90% restantes são dedicados ao apoio humanitário da Ucrânia, por meio da rede de instituições de caridade. A ajuda inclui o fornecimento de kits médicos, assistência médica e apoio humanitário a cidadãos da Ucrânia, bolsas para estudantes, cientistas e comunidades tecnológicas cujo trabalho foi interrompido pela invasão.

Mais adiante, os fundos serão utilizados para os projetos de recuperação da Ucrânia. O KSE Institute estimou, em meados de abril, que o valor da infraestrutura danificada estava em US$ 85 bilhões. Já o governo ucraniano avalia que serão necessários pelo menos US$ 600 bilhões para reconstruir o país, incluindo centenas de escolas, hospitais e milhares de prédios residenciais que foram destruídos.

A coleção pode ser vista em https://mintforukraine.org

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.