Cerveja brasileira Public Good recebe US$ 45 mil da NounsDAO

Jogo da Nouns com propaganda da cerveja. Imagem: Nouns.

A cerveja Public Good recebeu um aporte de US$ 45 mil (cerca de R$ 230 mil) da NounsDAO e o valor deve ser canalizado para expansão para Estados Unidos e na Europa, além de Brasil e Portugal, onde já atua. O projeto da Public Good é o de redefinir a cultura das marcas por meio de domínio público de propriedade intelectual, integração de obras de arte em tokens não-fungíveis (NFTs) e distribuição gratuita de tokens ao design do rótulo. Fábio Séva é seu cofundador.

Já a NounsDAO ficou conhecida pela sua coleção de NFTs de personagens pixelados com óculos quadrados. O que Sevá quer fazer com a Public Good é similar o que a NounsDAO faz, com colaboração da comunidade nos projetos. Todo dia, há a criação e leilão de um Noun. A comunidade controla os lucros. Cada NFT de Noun dá direito a um voto na DAO.

No Brasil, o lançamento da cerveja foi em junho, em parceria com a Cervejaria Narcose. E em outubro foi a vez de Portugal, em parceria com a Cervejaria Canil. Tanto a receita, quanto a marca e rótulo estão disponíveis ao público no site. Portanto, qualquer pessoa pode usar essas informações. Mas, a Public Goods quer ir além de cerveja e chegar a produtos também com caráter social.

Diferente do que em geral acontece, a “a arte NFT não tem licença de propriedade intelectual e qualquer pessoa pode remixá-la ou usá-la comercialmente, sem restrições. Nesse sentido, tudo o que é de domínio público já pode ser considerado um “bem público” (public good em inglês), e nós usamos essas obras de arte no rótulo”, afirma Sevá. Segundo ele, em alguns projetos como NounsDAO, os participantes injetam dinheiro em uma DAO e através de ferramentas de governança decidem por si mesmos quando e como ele será usado. Ao contrário do que acontece, por exemplo, na administração pública, onde nosso dinheiro é usado compulsoriamente pelo governo.

A Public Goods é, até agora, um projeto financiado pelos fundadores e conta com parcerias. “Agora poderemos investir em ações mais robustas para espalhar nossa mensagem ainda mais através da interseção entre produtos físicos e o web3. Teremos mais ações no Brasil e fecharemos acordos com outras cervejarias nos EUA e na Europa. Além de cerveja, também queremos explorar duas novas categorias de produtos”.

Sevá dá dicas de como conseguir financiamento da Nouns. “Imagine que a Nouns é uma árvore cheia de galhos. Minha dica principal é começar pelo tronco, conhecendo as origens do projeto. Existem muitos artigos, vídeos e podcasts sobre o assunto. Nouns tem muitas nuances e você pode se aprofundar nas que mais lhe chamam a atenção: arte, tecnologia, política, esportes, eventos, social…”

Depois de escolher, Sevá diz que é preciso entender o estado atual da comunidade através das discussões no Twitter ou Warpcast, e especialmente através dos votos e comentários nas propostas. “É aí que a direção de Nouns é decidida. E, finalmente, tente participar de alguma proposta pequena usando seu talento. Entregue mais do que o esperado e não desista. O metaverso da NounsDAO funciona como um microcosmo de tudo o que acontece no mundo real. Você pode sair desta experiência com uma ótima experiência de aprendizado ou bons amigos”, completa.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *