Token e criptomoeda: entenda a real diferença

Physical cryptocurrencies gold coins, Bitcoin

Trouxemos este artigo para mostrar as diferenças reais entre token e criptomoeda, pois são dois conceitos muito confundidos e até usados como sinônimos, mas não o são.

É muito comum que estes termos se confundem, principalmente por quem está entrando agora no mercado de criptoativos.

Mesmo quem já investe há algum tempo, pode ter dúvidas sobre a distinção de token e criptomoeda, pois o mercado de cripto está crescendo, com novos tipos e categorias de tokens sendo desenvolvidos constantemente.

Ambos são tipos de ativos digitais, mas existem diferenças fundamentais entre eles que os investidores precisam conhecer.

É essencial aprofundar os conhecimentos sobre investimentos e finanças para saber analisar os vários tipos de ativos e escolher as melhores opções para diversificação da sua carteira de acordo com seu perfil e objetivos.

Visando trazer um pouco desse conhecimento, preparamos esse artigo que explica de forma simples o que é token e criptomoeda, bem como suas principais diferenças. Vamos entender melhor:

  • O que é criptomoeda?
  • O que é token?
  • Qual a diferença entre token e criptomoeda;
  • A forma como são criados;
  • O objetivo de cada um;
  • As funções que desempenham.

Uma empresa de suporte de TI certamente tem muitos investidores em sua equipe de colaboradores, e todos precisam deste conhecimento.

O que é criptomoeda?

Criptomoedas são moedas digitais que funcionam como um meio de pagamento e de reserva de valor. O fato é que elas podem ser transferidas livremente entre as pessoas, sem a intermediação ou controle de nenhuma entidade central.

É um conceito diferente das moedas centralizadas e governamentais, como o real ou o dólar.

As criptomoedas são descentralizadas, significando que elas não dependem de nenhuma instituição ou entidade para funcionar, de forma que a validação das transações é feita com base em um consenso entre os participantes de sua rede.

O resultado disso são transações mais rápidas e baratas entre pessoas de qualquer lugar do mundo e a qualquer momento.

O funcionamento e a segurança das criptomoedas é garantido por meio da tecnologia Blockchain, que é como um livro contábil público protegido por criptografia, onde são registradas todas as transações que ocorrerem com uma criptomoeda.

Os grandes diferenciais das criptomoedas podem ser resumidas em alguns pontos, tais como:

  • Descentralização;
  • Segurança;
  • Transparência;
  • Autonomia;
  • Privacidade.

E até mesmo em sua empresa de desconto de títulos factoring podem ser feitas muitas transações com criptomoedas. Para saber mais, confira:

O que determina o valor das criptomoedas?

Não existe um órgão regulador que estabeleça ou garanta o valor de mercado das criptomoedas. Sua cotação é determinada única e exclusivamente pela livre oferta e demanda do mercado, sendo algo bem variável.

Justamente por esse motivo, as criptomoedas são ativos de renda variável, com seu preço mudando de acordo com as movimentações do mercado.

Os traders, especialistas na compra e venda de ações e criptos, garantem o lucro de seus investimentos justamente por essa volatilidade de preços.

Houve uma grande evolução no setor e algumas moedas como o Bitcoin (BTC) foram valorizadas, fazendo com que muitas pessoas comprassem criptomoedas para guardá-las com a expectativa de haver uma valorização futura.

Além do Bitcoin, sua empresa de taxi aereo precisa saber que existem outras criptomoedas relevantes no mercado, como a Ethereum (ETH), Litecoin (LTC) e Moneto (XMR).

O que é token?

Já um token é a representação digital de alguma ativo financeiro do mundo real, ou seja, de algum bem que possua valor de mercado. Podem ser os mais variados bens, como uma moeda, um objeto, um imóvel ou até mesmo uma música.

A verdade é que praticamente tudo pode ser transformado em token e ter seu valor representado digitalmente. Eles são criados por meio de contratos inteligentes dentro de uma Blockchain, podendo representar parte ou a totalidade do ativo a que está associado.

O detentor do Token, como uma fabrica de macarrão, passa a assumir também o poder de custódia e de propriedade sobre o bem.

Você deve ter percebido que a tecnologia usada nos tokens é a mesma das criptomoedas, usufruindo das mesmas vantagens proporcionadas pela tecnologia Blockchain, tais como:

  • Rapidez;
  • Segurança para a transferência de valores;
  • Transparência;
  • Privacidade;
  • Descentralização.

Existem muitos tipos de token, como tokens de segurança, token de utilidade, token de pagamento, os NFTs (tokens não fungíveis), entre outros.

Eles ainda podem ser divididos em categorias como game tokens, tokens de plataformas, fan tokens, e por aí segue uma grande lista.

Qual a função do token?

Uma empresa de urnas funerarias e os mais diversos segmentos do mercado, precisam entender a função do token.

O fato é que um token pode ter diferentes funções dependendo do seu tipo e como funciona o ecossistema da Blockchain na qual está inserido.

O funcionamento de DApps é uma das principais funções do token. Uma DApp é um aplicativo descentralizado que roda dentro da Blockchain.

Mantê-los seguros e em funcionamento é essencial, funcionando como moeda de pagamento das taxas de interação. Existe também a questão dos ativos tokenizados, pois os ativos podem ser criados para representar ativos do mundo real facilitando sua negociação.

Se você tokenizar uma dívida, criando um token precatório, ou tokenizar os direitos autorais de uma música, você pode negociar esse direito digitalmente por meio da Blockchain, com qualquer pessoa do mundo e a qualquer hora, proporcionando maior liquidez.

Por fim, os tokens também podem ser utilizados para a captação de investimentos, sendo um meio para a captação de fundos para o desenvolvimento de novos projetos que utilizam a tecnologia Blockchain.

Isso pode ser feito por meio das ofertas iniciais de tokens. Quem compra esses tokens na oferta inicial passam a ser uma espécie de proprietários daquela fração do produto ou serviço que está sendo desenvolvido.

É certo que uma empresa de tratamento de corona compreende que à medida que os projetos avançam, vão ficando mais conhecidos e agregam em valor, os tokens passam a ser negociados em corretoras de criptomoedas, se tornando um produto para investimento.

Qual a diferença entre token e criptomoeda?

Chegamos ao ponto central, e as principais diferenças em token e criptomoeda são a forma com que são criados, os objetivos de cada um e as funções que desempenham. Vamos entender melhor cada uma dessas diferenças a seguir.

1.   Como tokens e criptomoedas são criados

Os tokens são desenvolvidos de forma relativamente simples por quem possui conhecimentos em programação. Já as criptomoedas são bem mais complexas de serem criadas.

Um fato interessante é que criar novos tokens ficou ainda mais prático após um padrão para desenvolvimento ERC-20, criado na rede Ethereum.

O grande objetivo desse modelo é estabelecer uma base comum para a construção de qualquer novo token na Bolckchain da Ethereum, garantindo a compatibilidade entre todos eles.

Assim como uma empresa de antecipação de recebíveis sabe, as criptomoedas são ativos digitais nas suas próprias Blockchains. Os tokens geralmente se inserem dentro de uma Blockchain já existente de alguma criptomoeda. Percebeu a diferença da origem?

2.   Tokens e criptomoedas possuem objetivos diferentes

O grande objetivo por trás das criptomoedas é revolucionar nosso sistema financeiro, por meio da descentralização de serviços e produtos que oferecem formas mais simples, democráticas e seguras para realizar transações.

Esteja certo que a descentralização e a digitalização dos serviços financeiros proporcionados pelas criptomoedas elimina diversos intermediários e reduz a burocracia que já faz parte do sistema financeiro tradicional.

Isso poupa tempo, economiza recursos e otimiza os processos envolvidos, trazendo toda uma gama de benefícios.

Os tokens, a princípio não possuem um objetivo tão amplo, tendo sido criados para atender a funcionalidades essenciais e mais restritas a um objetivo específico.

Não existe uma ambição em revolucionar todo o sistema, embora de uma certa forma, eles contribuem para esse objetivo.

As criptomoedas começaram a revolução da nova economia digital, ao mesmo tempo em que novos tipos de tokens foram surgindo como consequência desses avanços, complementando-o e expandindo-o.

Diversas tecnologias como a economia das NFTs, games em Blockchain, metaversos e serviços DeFi são alguns exemplos das inovações.

Todas elas só foram possíveis pelos mesmos motivos que os tokens foram desenvolvidos a partir da tecnologia difundida pelas criptomoedas.

3.   Tokens e criptomoedas desempenham funções distintas

Uma empresa de funcionários terceirizados sabe que assim como as moedas fiduciárias, as criptomoedas podem ser usadas como meio de troca por produtos e serviços, e como uma reserva de valor.

As criptomoedas são uma ótima opção para compor uma carteira de investimentos diversificada.

Já no caso dos tokens, eles são mais utilizados para apoiar o funcionamento das redes Blockchain, permitindo que usuários ativem recursos específicos dentro dos DApps, dando acesso a um benefício exclusivo ou para representar digitalmente uma coisa física de valor.

Em um exemplo, de você planeja vender seu carro, poderia criar um token que o representasse e vendê-lo por meio de um contrato inteligente na Blockchain.

Seguindo esse mesmo exemplo, uma criptomoeda poderia ser usada como a moeda cobrada durante a venda, funcionando como meio de troca e registro da transação.

Considerações finais

Agora você já entendeu melhor os principais tipos de criptoativos e a diferença entre token e criptomoeda, ficando mais fácil escolher os ativos para comporem sua carteira de investimento. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *