O que é Tokenização? Entenda como funciona e suas vantagens

Tokenização
The golden bitcoin and purse in male hands. Cryptocurrency bitcoin coins. Litecoin, Bitcoin, Ethereum, e-commerce, busibess, finance concept. crypto currency symbol. virtual electronic money concepts

Você já ouviu o termo “tokenização” ou sabe do que se trata esse novo recurso financeiro do mercado?

A tokenização nada mais é que o processo de transformar ativos físicos ou produtos financeiros tradicionais em ativos digitais, dessa forma facilitando a negociação entre as pessoas e empresas, oferecendo novas soluções para o negócio.

Esse processo é fundamental para democratizar o investimento tornando ele muito mais acessível, sem barreiras de acesso que costumamos ver no mercado tradicional e o principal sem toda aquela burocracia.

Possibilita também que pequenos investidores, como pequenas empresas, por exemplo, como fabricantes de transportadores industriais consigam investir seu dinheiro, devido ao baixo custo inicial nesse processo.

A tokenização também está possibilitando novas formas de investimento que antes nem se tinha ciência, abrindo novas oportunidades de diversificação.

Afinal o que é tokenização?

Mas o que é tokenização de ativos e como funciona? Simplificando a tokenização é o processo de transformar ativos do mundo real em digital.

Mas como isso? Por meio do registro do ativo em Blockchain, a mesma tecnologia usada nos famosos Bitcoin e nas outras criptomoedas.

Tenho certeza que alguém já tentou te convencer de como usar Bitcoin era vantajoso, nesse artigo você vai entender melhor como essa tecnologia e ativos relacionados funcionam.

O conceito de ativos é tudo aquilo que possui valor e pode ser negociado e convertido em dinheiro, ou seja, uma empresa de içamentos, um carro, um livro. Já os ativos digitais são as representações virtuais desses itens, permitindo que eles sejam:

  • Transferidos;
  • Comprados;
  • Vendidos;
  • Armazenados digitalmente.

O pix é uma forma de tokenização, pois você tem o dinheiro de forma digital e consegue pagar e comprar suas coisas sem precisar usar o dinheiro físico, como se faziam antigamente.

Basicamente tudo pode ser tokenização, ou seja transformado num ativo digital, mas os ativos tokenizados, são apenas aqueles que possuem um valor econômico e pode ser negociado ou servir como um investimento.

São divididos em duas classes, os tangíveis, ou seja, aquilo que podemos ver e pegar e os não tangíveis que só existem no meio digital. Os tangíveis são os imóveis, obras de arte, pedras preciosas, ou seja, tudo aquilo que existe no mundo real e possui valor de compra.

Já os intangíveis são aqueles bens que não podemos ver algo mais subjetivo que faz parte do nosso dia a dia, mas não é algo material, são eles, benefícios, direitos autorais, créditos, títulos e até mesmo ações de uma empresa de montagem mecânica industrial.

Como funciona?

Com a tokenização esses ativos são fracionados e distribuídos de forma digital em partes menores. Cada uma dessas partes é chamada de “token” que representa uma fração ou a totalidade do bem e propriedade sobre o ativo.

Dessa forma possibilitando que seja distribuída a diferentes pessoas de uma forma mais prática e segura e com um menor custo, o token é uma espécie de certificado digital.

Em um exemplo prático, uma empresa de monitoramento e rastreamento de veículos, ao adquirir o dinheiro com os seus lucros, ao invés de chamar todos os funcionários e pagá-los em dinheiro vivo.

Consegue administrar todos seus recursos sem precisar ver um por um, e através da tokenização efetuar todas as ordens de pagamentos.

Vantagens

Existem inúmeras vantagens para as pessoas que utilizam o serviço de tokenização, lembre-se que isso não é válido apenas para empresas ou o segmento de serviço de organização de arquivos, as pessoas físicas também conseguem utilizá-lo.

As vantagens são para quem emite, por exemplo, ele será o emissor do token e com isso o detentor do ativo que será representado digitalmente, com isso esse detentor conta com uma maior autonomia e liquidez para distribuir e negociar seus bens.

Não precisando de uma entidade central para fazer o intermédio por ele. Já para quem investe, por representar uma parte bem menor do ativo, faz com que o token possua um preço bem menor que os investimentos tradicionais, tornando o mundo mais acessível para todos.

Isso é uma ótima oportunidade para os pequenos investidores, da mesma forma que o valor dos ativos varia o token também sofre com isso podendo valorizar os desvalorizar, é desse jeito que os investidores obtêm os lucros e sua rentabilidade.

Todos os processos e burocracias encontrados em outros investimentos tradicionais não existem na tokenização, sem contar os problemas com horário bancário, um monte de intermediários e acima de tudo o alto valor inicial.

Isso deixa o mercado propício para o surgimento de novos produtos financeiros alternativos e inovadores. Pense que tudo será feito de forma digital de qualquer lugar que você estiver, evitando filas e todos os transtornos com o deslocamento até as agências.

Tudo funciona 24 horas por 7 dias por semana ou seja sempre está disponível para suas necessidades, sem contar que os ativos são negociados de forma instantânea de qualquer lugar do mundo.

Por exemplo, um empresário de uma fabricante de estação de tratamento de efluentes, pode fazer os seus investimentos do seu escritório a hora que quiser, sem se preocupar com o horário que os bancos funcionam ou não.

A tokenização de ativos é positiva, pois possibilita novas oportunidades e uma variedade de investimento para todos, inclusive para aqueles que não têm tanto conhecimento de finanças desde a dona de casa até um funcionário de uma empresa que efetue serviço de soldagem.

Sem contar as diferentes soluções para as empresas que tokenizam seus ativos e agilizam seus processos, possibilitando uma nova perspectiva ao lidar com seu negócio e patrimônio.

Como é feito a tokenização

Esse processo acontece por meio de um registro ativo na Blockchain, que é uma espécie de livro contábil compartilhado, ele é mantido por uma rede de computadores que vai validar e registrar tudo que for feito com esses ativos, ou seja, todas as transações.

Essa rede não é mantida ou controlada por uma única entidade, pois tudo é distribuído de uma forma descentralizada.

Fique tranquilo que suas informações estarão muito seguras na Blockchain, pois tudo que é registrado é protegido por criptografia, todo o processo de validação acontece de uma forma pública e transparente para o usuário.

Todos os fundos que forem armazenados nessa espécie de livro contábil, estão seguros e a rede se mantém confiável, pois uma vez registrada, a transação não pode ser desfeita ou fraudada, para aumentar ainda mais essa segurança.

O processo de digitalização desse ativo do mundo físico, acontece por meio de um código de programação automatizado na Blockchain que é chamado de contratos inteligentes. Assim ele é digitalizado e fragmentado em unidades menores criptografadas, os famosos tokens.

Dessa forma os tokens representa uma parte ou a totalidade da propriedade sobre o ativo que foi associado que pode ser um imóvel ou uma ação de uma empresa de cameras de segurança sp, por exemplo,

Assim é mais facilmente negociado, pois está dividido em partes. Antes de eles serem emitidos, são estruturados juridicamente de uma maneira que depois possam ser distribuídos entre as diferentes pessoas, dessa forma, comprados, vendidos ou armazenados.

Os token são divididos em algumas categorias, tudo de acordo com o ativo que ele representa, só para você entender vamos citar alguns exemplos desses tipos de token:

Token de precatórios

Os precatórios são o que chamamos de títulos de dívida pública que são expedidos pela Justiça, onde tanto as pessoas físicas como as jurídicas têm algo a receber dos órgãos públicos sejam eles, municipais, estaduais ou federais.

Quando eles são tokenizados, os títulos são divididos em várias partes assim permitindo a negociação dos direitos sobre as dívidas públicas judiciais, com um valor bem mais abaixo que nos bancos tradicionais ou outras instituições financeiras.

Tokens de Royalties Musicais

Os royalties são os pagamentos feitos para aqueles que possuem os direitos autorais sobre uma obra musical, quando essas músicas são executadas de forma pública. Nesse caso os tokens representam essa posse sobre parte dos royalties das obras.

Dessa forma quanto mais a música é tocada, maior é a rentabilidade. Com isso o investidor terá uma renda mensal passiva, durante um período pré-estabelecido, e no final resgata esse valor vendendo o ativo ao fim da operação.

Tokens de Mecanismo de Solidariedade

São usados em sua grande maioria por clubes esportivos para assim tokenizar o mecanismo de solidariedade sobre os atletas. Assim, quando esse atleta é transferido para outro time, parte do lucro adquirido com as negociações é distribuída para os investidores.

Quando a tokenização é aplicada ao mercado financeiro, remove a necessidade dos intermediários participarem dos processos e reduz toda burocracia, tornando tudo mais ágil, barato e descomplicado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *