Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Walmart adere a criptomoedas com 200 caixas para compra de bitcoin

Walmart tem 200 caixas eletrônicos para compra de bitcoin. Foto: Jimano Morales, Pixabay,

Junto com o arroz e o macarrão, é possível comprar também bitcoin em 200 quiosques em lojas do Walmart nos Estados Unidos (EUA). Isso porque a empresa fez parceria com a Coinstar, de quiosques de saque de dinheiro e de compra de bitcoin, e a Coinme, que tem quiosques de bitcoin. Só que o plano é chegar a 8 mil pontos.

Para comprar bitcoin na Coinstar, é preciso abrir uma conta na empresa e assim, ter uma carteira digital de bitcoin. A Coinstar é parceira da Coinme, que direciona para a empresa compras de bitcoin.

O fato de a maior empresa de varejo do mundo em receita ter em suas lojas quiosques de bitcoin significa mais um passo significativo para tornar a moeda mais próxima do dia a dia das pessoas.

O Walmart não fala sobre aceitar bitcoin como pagamento. Mas, em agosto passado, a rede de supermercados anunciou uma vaga para um profissioinal desenvolver sua própria criptomoeda, como publicou o Blocknews. “Você vai liderar a identificação da tecnologia, tendências dos consumidores e investimentos necessários para desenvolvimentos sobre essas tendência”, dizia o anúncio.

Há algumas semanas, houve uma notícia falsa de que o Walmart aceitaria a criptomoeda litecoin. A publicação aconteceu por conta de um falso comunicado.

O Walmart está no grupo de outras empresas de varejo que estão estudando ter uma criptomoeda. Uma delas é, por exemplo, a Amazon. Em julho passado, a Amazon anunciou que procurava um profissional para trabalhar com criptomoedas, inclusive a sua, e blockchain.

A empresa anunciou a vaga para “Digital Currency and Blockchain Product Lead” em seu site nos Estados Unidos (EUA). Em fevereiro passado, a Amazon já procurou uma pessoa para trabalhar num projeto que permitirá aos clientes converter dinheiro em moeda digital. O projeto, a princípio, começaria no México.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>