Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

PayPal aceita Bitcoin, Ethereum e Litcoin em pagamentos nos EUA

PayPal aceitando criptomoedas nos Estados Unidos. Foto: PayPal.

A PayPal anunciou que começou a aceitar criptomoedas como pagamento. O serviço é chamado de Checkout with Crypto. Consumidores dos Estados Unidos (EUA) já fizeram milhões de dólares em pagamentos com as moedas digitais.

A empresa vai aceitar bitcoin, bitcoin cash, ether e litcoin. Além disso, o serviço estará disponível a sua rede de 29 milhões de comerciantes nos próximos meses. A empresa diz que não vai cobrar tarifa de operação para pagamentos com criptos e só um tipo de moeda poderá ser usada por vez.

As operações serão liquidadas em dólar e convertidas na moeda do país do estabelecimento com base nas taxas de conversão da PayPal. Assim, os usuários vendem suas moedas pela PayPal para pagar as comprar online.

A informação vem um dia depois de a Visa anunciar que também vai aceitar criptomoedas, fazendo a liquidação de operações, ou seja, convertendo em moeda fiduciária (fiat). Assim como a PayPal.

Um dos pontos mais cruciais em relação a criptomoedas é se e quando se tornarão úteis como meios de pagamentos, ou se o uso será principalmente como reserva de valor. O fato de empresas globais de meios de pagamento aceitarem as moedas digitais pode incentivar outras a fazerem o mesmo.

“Essa é a primeira vez que você pode usar criptomoedas da mesma forma que o cartão de crédito ou débito na sua carteira PayPal, disse o presidente e CEO da empresa, Dan Schulman.

De acordo com o CEO, “o próximo passo é permitir a compra com criptomoedas em estabelecimentos no resto do mundo, gerando aceitação em massa da moeda”.

A PayPal demonstra interesse em criptomoedas há algum tempo. A empresa foi uma das primeiras a embarcar no projeto da moeda Libra, conhecida como a moeda do Facebook. Agora, o projeto se chama Diem. Mas deixou depois de reclamações de reguladores e disse que tocaria seus próprios projetos.

Depois disso, anunciou diversas ações. Uma delas foi um serviço para que seus clientes nos Estados Unidos (EUA) comprem, vendam e guardem criptomoedas em suas contas na plataforma da empresa. Isso aconteceu em outubro passado.

Além disso, a empresa investiu, por exemplo, numa startup que calcula impostos sobre criptomoedas. E, ainda, disse que vai oferecer financiamento em criptos a partir deste semestre para sua rede de estabelecimentos.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>