Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Palmeiras anuncia seu fan token de engajamento $Verdao

Palmeiras terá fan token $Verdao em parceria com a Socios.com. Foto: Fabio Menotti, Palmeiras.

Chegou quem estava faltando. O Palmeiras anunciou hoje (8) o lançamento de seu fan token oficial. Era o único dos maiores times de futebol de São Paulo que ainda não tinha aderido a essa estratégia de marketing e engajamento de fãs. A parceria é com a Chiliz, a mesma que tem acordo com São Paulo, Corinthians, Atlético Mineiro e Flamengo.

A venda dos tokens começará “em breve”, disse o clube. E será nos sites do Palmeiras e na Socioscom, a plataforma da Chiliz. Assim, para quem comprar o $VERDAO haverá benefícios como opinar em pesquisas sobre numeração de camisas dos jogadores e design de produtos.

Além disso, o fan token do Palmeiras vai dar outras recompensas exclusivas e colecionáveis relacionadas ao clube, de acordo com comunicado do time. As pesquisas ficam na Socios.com. Mas, sócio-torcedor Avanti com 18 anos ou mais poderão receber um token, que será intransferível.

“Além de ser uma importante e nova fonte de receita, acreditamos que os fan tokens aumentarão a conexão digital com nossos torcedores”, disse o presidente do clube, Maurício Galiotte.

“Se associar ao Palmeiras faz parte da nossa pegada de expansão no Brasil. Além disso, significa que nos tornamos parceiros de três dos quatro melhores times da Conmebol Libertadores deste ano”, afirmou o CEO da Chiliz e da Socios.com, Alexandre Dreyfus.

A Socios.com tem 1,3 milhão de usuários de 167 países. Isso porque é para negociação direta com o torcedor. A empresa abriu escritórios em São Paulo, Madri, Istambul e Buenos Aires. Além disso, vai inaugurar escritórios também na Itália e na América do Norte.




1 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>