Microsoft estaria testando carteira Web3 no browser Edge

Microsoft participou do teste do real digital. Imagem: Pixabay.

A Microsoft estaria trabalhando na integração de uma carteira Web3 não custodial com o seu browser Edge. A notícia veio do perfil Albacore no Twitter – de um pesquisador de software -, que compartilhou o que seriam imagens de interface de usuário na Edge. A empresa, que trabalha com blockchain, mas que disse no passado que não se interessava em emitir seus próprios criptoativos, não confirmou a informação, dizendo apenas que testa várias soluções.

“Características de segurança integradas para proteger você de endereços ou apps inseguros” e “experiências simplificadas que tornam mais fácil interagir com a Web3” são descrições logo na primeira página de introdução da carteira. As imagens dizem ainda que se trata de um teste e que a carteira serve para criptomoedas e tokens não-fungíveis (NFTs). Há ainda indicação e que se pode comprar criptos usando a Coinbase e a MoonPay. Nas imagens há ainda a informação “Ethereum Mainet.

Imagem da carteira no perfil Albacore.

Mais digital fica o mundo e mais avançam os criptoativos, mais será necessário ter uma carteira digital. O Edge é o browser que a Microsoft quer que seja o preferido dos usuários. Em fevereiro passado, a empresa desativou o Internet Explorar e afirmou que  “o futuro do Internet Explorer está no Microsoft Edge”. Mas sua adoção em massa não está sendo tão fácil dada a concorrência com o Chrome do Google e o Safari da Apple. Por isso, há iniciativas para aprimorar o produto.

Recentemente, o responsável pela estratégia global de negócios da empresa para as áreas de mobilidade, transporte e indústria automobilística, Henry Bzeih, disse que “quando falamos da experiência do consumidor como um todo, temos que levar em consideração o metaverso”.

Imagem que indica integração com Coinbase e MoonPay.

No Brasil, um projeto da Microsoft estava entre os nove que participaram dos testes do real digital no Lift Challenge, programa do Banco Central e da Fenasbac, a federação dos servidores do BC. Seu projeto era o de uso do real digital offline, ou seja, o usuário ter uma carteira, carregar com reais digitais e poder usar quando estiver em área sem internet.

A Linux Foundation também fez um movimento recente similar ao do Microsoft ao criar a OpenWallet Foundation. O objetivo é desenvolver um ecossistema de uma carteira digital de código aberto.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *