Mercado de Criptomoedas por TradingView

Mercado Pago passa a aceitar transferência de criptomoedas

Mercado Pago aceita transferência em ethereum. Imagem: Peter Patel, Pixabay.

O Mercado Pago, que começou a oferecer negociação e armazenagem de criptomoedas em dezembro passado, agora aceita também transferências em bitcoin, ethereum e pax dollar. O aviso está no aplicativo do braço de pagamentos do Mercado Livre.

O Mercado Pago é uma das maiores carteiras digitais do país. Portanto, isso é uma vantagem para a empresa concorrer no mercado, apesar de começar no segmento de criptomoedas de forma limitada. Em março deste ano, a empresa afirmou ter 1 milhão de usuários ativos em operações com criptomoedas. Isso aconteceu dois meses depois de oferecer transações com moedas digitais.

A inclusão de criptomoedas nos negócios do Mercado Livre e do Mercado Pago está acontecendo aos poucos. O Mercado Livre comprou bitcoins no primeiro trimestre de 2021, num valor equivalente, na época, a US$ 7,8 bilhões. Foi uma estratégia de tesouraria, de acordo com seu balanço. Assim, a maior plataforma de e-commerce da América Latina se tornou também a primeira empresa da região, de que se tinha conhecimento, a adotar essa estratégia.

Na sequência disso, na Argentina, a empresa deu seus primeiros passos em criptomoedas, quando começou a aceitar bitcoin em compras de imóveis por sua plataforma. Em agosto de 2021, o presidente da empresa, Osvaldo Gimenez, disse à Bloomberg Línea disse que estava “olhando de perto” a posse e o envio de criptomoedas. Depois começou a oferecer as negociações de moedas digitais.

E em janeiro deste ano, o Mercado Livre anunciou que comprou participação no Grupo 2TM, controladora do Mercado Bitcoin e outras empresas ligadas a criptomoedas. Na ocasição, disse que “os investimentos reforçam seu compromisso com o desenvolvimento e o uso de ativos digitais e blockchain na região”. Além disso, anunciou um investimento que diz estratégico na Paxos, que usa em seu serviço de negociação e custódia de criptomoedas no Brasil.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.