Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Lançamento do Fan token do São Paulo é adiado para 9 de novembro

Clube ainda não revelou detalhes do fan token do São Paulo. Foto: SPFC.

Torcedores do tricolor paulista precisarão esperar mais um pouco pelo lançamento do fan token do São Paulo Futebol Clube (SPFC). De acordo com o clube, a data de lançamento será o próximo dia 9 de novembro e não mais o próximo dia 3 (quarta-feira). O motivo, segundo o perfil do time no Twitter, é a alta demanda pelo $SPFC.

O lançamento ser´a pela plataforma Socios.com, que já tem times como o Corinthians, o Paris Saint-German e o Juventus da It´ália. O São Paulo informou que o acordo para a emissão e venda dos fan tokens vai durar cinco anos, até 2026. Além disso, o clube vai inserir a marca Sócios.com em suas camisas, “na linha frontal/escudeto”. Não explicou se essa exposição do parceiro nas camisas pode dar ao clube uma parcela maior na divisão dos lucros dos tokens.

Nem o clube e nem a Socios deram muitos detalhes sobre o fan token do São Paulo, como quais os direitos que os detentores dos criptoativos terão. No entanto, em seu comunicado, o clube paulista explicou que “tokens são ativos digitais colecionáveis que fornecem aos proprietários acesso a direitos de voto em enquetes, recompensas VIP, promoções exclusivas, recursos habilitados para AR, fóruns de bate-papo, jogos e competições no Socios.com.”

Fan tokens serão mais uma receita para o São Paulo

Assim, pode ser que os fan tokens do SPFC sigam nessa linha de engajamento. O que é diferente de tokens como o do Santos e do Coritiba, que têm relação com o mecanismo de solidariedade. Isso significa que cada vez que houver a venda de certos jogadores ao longo de suas carreiras, o clube recebe até 5% do valor da transferência. E passa parte para quem tem os tokens. São jogadores que os clubes formaram quando tinham entre 12 e 23 anos. Essa é a regra da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Qualquer que seja o modelo dos tokens, são sempre uma forma de os clubes arrecadarem uma receita extra. O que vem em boa hora, porque crise é algo comum no mundo do futebol. O São Paulo, por exemplo, não é de hoje que está numa série crise e teve até de adiar compromissos em 2022.

“A entrada do São Paulo em um universo em franca expansão é mais uma iniciativa que demonstra o protagonismo que queremos de volta ao clube”, disse o presidente do São Paulo, Julio Casares, no anúncio do fan token.

“São Paulo é um grande nome do futebol, não só no Brasil, mas em todo o mundo. É nosso privilégio recebê-los a bordo”, afirmou Alexandre Dreyfus, CEO Chiliz e Socios.com .

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>